Champions League

As arquibancadas estavam vazias, mas o Signal Iduna Park ainda teve seu espetáculo com um belo bandeirão

O Borussia Dortmund tem como tradição realizar uma grande festa nas arquibancadas durante os jogos de mata-matas pela Champions League. Alguns dos mosaicos mais famosos da Muralha Amarela aconteceram no torneio continental. Desta vez, com as tribunas vazias, o ambiente no Signal Iduna Park esteve bem distante do que costuma ocorrer. Ainda assim, os aurinegros prepararam um belo bandeirão para ocupar a lateral do campo e embelezar a classificação contra o Sevilla.

A imensa bandeira trazia os desenhos de vários ídolos do Dortmund, de Alfred Schmidt a Matthias Sammer. Além disso, a arte também ressaltava as principais conquistas dos aurinegros – com desenhos dos troféus da Champions, da Bundesliga e da Copa da Alemanha. O lema “lutem e vençam” estava expresso na ação. E a resposta veio em campo, com Haaland comandando o empate por 2 a 2, suficiente para que o BVB avançasse.

Vale destacar ainda que houve um protesto na Südtribune. Uma faixa escrita em inglês dizia: “Parem as reformas na Champions League”. Indica como as transformações no torneio e o aumento de jogos entre os principais clubes, que pode beneficiar o próprio Dortmund, não agrada necessariamente os ultras.

O bandeirão do Dortmund (Foto: Imago / One Football)

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo