Champions League

A Juve tropeçou, mas Pogba voltou, fez gol e jogou bem: está pronto para o Real

A torcida da Juventus contou os dias até que esse dia chegasse. Não que o time tenha caído de desempenho, mas Paul Pogba fazia uma falta danada no meio-campo da Velha Senhora. Afinal, o francês tem sido o protagonista do time ao lado de Tevez, o cara do toque de classe, dos golaços. Ele voltou neste sábado. E, ainda que a já tetracampeã Juve tenha tropeçado em casa contra o Cagliari, empatando por 1 a 1, os bianconeri se animaram com Pogba. Mais do que voltar, o camisa 6 jogou bem e fez gol. Comandou o time enquanto vencia, até ser substituído no início do segundo tempo.

Nem parecia que passou afastado do time por quase dois meses. O jogo poderia não ser dos mais exigentes, mas ninguém mais precisa temer a falta de ritmo de Pogba. O meio-campista se movimentou bastante, dominou a intermediária, marcou bem e chamou a responsabilidade. Em um time misto da Juventus, ele era o cara. E cumpriu esse papel já no último lance do primeiro tempo. O francês limpou a marcação e arriscou o chute da entrada da área. Contou com a sorte do desvio na zaga, para vencer o goleiro Brkic e abrir o placar.

Em campo durante 60 minutos, até ser substituído por Sturaro, Pogba acumulou ótimos números. Foram quatro finalizações (mais do que qualquer outro companheiro) e 46 passes. Enquanto o craque jogou, a Juventus teve uma postura dominante. Depois, se retraiu e permitiu o gol de empate, de Rossettini, aproveitando um desleixo da zaga bianconera após bola alçada dentro da área. Com a taça em mãos, nada que atrapalhasse muito.

Mais importante é a tarde que teve Pogba. Seu substituto no primeiro jogo contra o Real Madrid, Sturaro fez uma boa partida, especialmente por desviar com ponta da chuteira a cabeçada de James Rodríguez que explodiu no travessão. Só que nem se compara a importância do francês ao time. Pogba é um diferencial, especialmente se a Juve precisar de um gol. Com ele, sem dúvidas, as chances de classificação aumentam. Com ele bem, o sonho de voltar à final da Champions após 12 anos é ainda mais palpável.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo