Champions League

A Inter tomou calor do Shakhtar e, quando resolveu acordar, Pyatov seria decisivo para o empate

Shakhtar foi melhor durante grande parte do tempo, mas a Inter teve as principais chances no 0 a 0

A Internazionale segue devendo neste seu início na Champions League. Após a derrota para o Real Madrid na estreia, os nerazzurri se contentaram com o empate na visita ao Shakhtar Donetsk nesta segunda rodada. E os ucranianos foram melhores em boa parte do encontro no Estádio Olímpico de Kiev, embora os interistas tenham criado as oportunidades mais cristalinas ao longo do empate por 0 a 0. Barella acertou a trave e Dzeko perdeu um gol feito no primeiro tempo. Já no fim da segunda etapa, brilhou o veteraníssimo Pyatov, com duas defesaças que seguraram o resultado em meio à pressão derradeira dos visitantes.

O começo do jogo viu o Shakhtar Donetsk mais propositivo, enquanto a Inter preferia adotar uma postura mais resguardada. Manor Solomon teria a primeira tentativa, num chute para fora. Porém, aos 11 minutos, os ucranianos precisaram queimar a primeira substituição. Lassina Traoré prendeu a perna no gramado durante uma disputa e sofreu uma lesão preocupante. Teve que ser retirado diretamente para o hospital. E os minutos seguintes contaram com o crescimento da Inter. Nicolò Barella quase anotou um golaço aos 15, em pancada da entrada da área que bateu no travessão.

Por mais que a Inter ficasse mais com a bola a partir deste momento, o Shakhtar apresentava também suas armas nos lances de velocidade. Solomon incomodava bastante pela esquerda, enquanto Alan Patrick fazia um papel importante na armação. Por volta dos 30, as duas equipes arriscariam mais. Lautaro Martínez mandou um chute ao lado da trave, antes que Pedrinho respondesse numa bomba para fora. Já aos 34, Edin Dzeko perdeu uma chance imensa, ao isolar na área após cobrança de escanteio. Apesar das melhores chances serem italianas, contudo, os ucranianos apresentavam um futebol mais consistente.

O Shakhtar reapareceu no segundo tempo bastante aceso. Atacava com velocidade e acuava a Inter, que precisava se desdobrar para evitar o gol. Dodô chegaria a cruzar com perigo e Pedrinho finalizou na pequena área, mas Milan Skriniar realizou um bloqueio milagroso para desviar à linha de fundo. Os ucranianos se mostraram muito mais confortáveis nos primeiros 15 minutos, contra um adversário estático. A Inter só teve um respiro no ataque aos 20, e graças a uma reposição errada dos anfitriões, mas Lautaro pegou mal na bola durante a definição e errou o alvo.

Neste momento, o jogo parecia ficar um pouco mais aberto, com a atitude momentânea da Inter. Simone Inzaghi já tinha trocado Dzeko e Brozovic por Joaquín Correa e Hakan Çalhanoglu, antes de sacar Lautaro para a entrada de Alexis Sánchez. Entretanto, os nerazzurri voltariam a reduzir o ritmo e se mostravam satisfeitos com o empate. As chances só voltariam a surgir com 41 minutos, num tapa de Joaquín Correa, que Andriy Pyatov espalmou para fora. E na cobrança de escanteio, quando Stefan de Vrij cabeceou no cantinho, o veterano fez outro milagre. A Inter acordou nesse fim e parecia disposta a arrancar o resultado tardio, com Çalhanoglu arrematando para fora. Faltaria mais tempo para o abafa dar frutos, com o zero prevalecendo no marcador.

Tanto Shakhtar quanto Inter precisarão melhorar o rendimento nas próximas rodadas da Champions. As duas equipes somam um ponto no Grupo D, após as derrotas sofridas na estreia. Os italianos tentarão se recuperar contra o surpreendente Sheriff Tiraspol, enquanto os ucranianos terão uma parada dura diante do pressionado Real Madrid na próxima rodada.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo