Europa

Brasileiro é vítima de racismo na Eslováquia

O atacante brasileiro Adauto, que atua no clube eslovaco MSK Zilina, foi mais uma vítima de racismo no futebol europeu. Neste domingo, o jogador, ex-Atlético Paranaense e Ponte Preta, foi insultado pela torcida da equipe adversária, do MFK Kosice.

Na partida pelo Campeonato Eslovaco, faltando seis minutos para o apito final, o chefe da delegação da federação esloveno interrompeu o jogo, quando os visitantes venciam por 2 a 0. Os torcedores da equipe de casa reproduziam gestos e sons de macaco quando o brasileiro tocava na bola.

“Mais uma vez isso acabou acontecendo, uma pena. Já sofri muitas vezes na República Tcheca mas aqui na Eslováquia é a primeira. Espero que as autoridades façam alguma coisa”, disse Adauto. O futebol não pode mais ter esse tipo de torcedor dentro dos estádios”.

Em 2003, o brasileiro foi vítima de insultos racistas quando atuava no Slavia Praga, tendo sido o primeiro negro a disputar a primeira divisão na República Tcheca.

“Aqui nunca vi esses insultos que aconteciam em Praga”, concluiu o jogador. A federação do país ainda não divulgou que atitude será tomada contra o MFK Kosice, que será o próximo adversário da Roma na Liga Europa.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo