Europa

A saída de um destaque

Essa cena já é bem comum na Escócia. Um jogador começa a se destacar no campeonato local e logo chama a atenção dos clubes da Inglaterra. Em seguida, ele se transfere para o país vizinho, mesmo que isso signifique jogar em um time coadjuvante ou em um torneio abaixo da Premier League. E a história está prestes a se repetir. Kenny Miller, artilheiro do Campeonato Escocês com 21 gols (em 17 jogos, o que dá uma média de 1,24 gols por partida), recebeu proposta para defender um clube da elite do futebol inglês. O Rangers já emitiu um comunicado afirmando que aceitou a negociação com o Birmingham, mas que só faltava um detalhe: o “sim” do jogador. Os ingleses teriam oferecido € 841 mil para contratar o escocês.

Caberá ao atacante de 31 anos a escolha entre jogar por um clube que briga pelo título ou atuar por um time que disputa as posições intermediárias e ainda luta para não ser rebaixado em um dos campeonatos mais ricos e influentes no mundo futebolístico. Entre ser o destaque de um país ou ser apenas um mero figurante na elite inglesa. Se a decisão fosse fácil, o jogador já teria se manifestado.

Enquanto isso, dois clubes em questão ficam no aguardo. O treinador do Birmingham, Alex McLeish, demonstrou ter esperanças de que Miller se junte ao elenco nesta janela de transferência: “Kenny não disse nem sim nem não. Ele não recusou a gente como algumas reportagens afirmaram. Vamos esperar e ver”, afirmou McLeish na segunda-feira. O treinador dos Gers, Walter Smith, afirmou que o jogador é quem escolherá para que clube jogará. “Aguardaremos sobre a decisão de Kenny sobre o que ele quer fazer”, afirmou Smith depois da vitória por 3 a 0 sobre o Kilmarnock pela Copa da Escócia na segunda-feira.

O jogador, inclusive, não foi relacionado para esse jogo. “Não achei que seria justo Kenny ser envolvido na partida desta noite. Há muita especulação em torno dele”, disse Smith.

O que pesará na decisão é que Miller já disputou a Premier League Inglesa. Na temporada 2007/2008, ele esteve presente no elenco do Derby County, que terminou na lanterna do campeonato. O atacante não brilhou pela equipe e em 30 jogos do Inglês só balançou as redes quatro vezes. Antes o atacante havia jogado pelo Wolverhampton de 2001 a 2006. Nos Wolves, Kenny Miller alternou períodos em que disputava a Premier League e épocas em que jogava no Championship (segunda divisão).

Outro detalhe: o Birmingham não é o único que disputa Kenny Miller. Walter Smith confirmou que o atacante conversa com dois clubes. Além dos Blues, o outro time seria a Fiorentina.

Caso o Rangers perca a sua maior estrela como ficará o desempenho dos Gers daqui para frente? Conseguirá Steven Naismith suprir a ausência de Miller no ataque? O Rangers manterá a média de mais dois gols por partida (por enquanto, a equipe balançou as redes 39 em 17 jogos, sendo que 21 gols vieram de Kenny Miller)? A saída do artilheiro diminuirá as chances do time de Glasgow de vencer o título? Pelo lado do jogador: qual time Kenny Miller escolhará vestir a camisa? Continuará fazendo muitos gols? Será um dos jogadores que mais preocupam os goleiros?

As respostas nos próximos capítulos…

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo