Estados UnidosMLS

Tim Cahill só demorou 7 segundos para marcar o gol mais rápido da MLS

Maior expoente do futebol australiano nos últimos anos, Tim Cahill escolheu os Estados Unidos como lugar para atuar na reta final de sua carreira. Jogador do Everton por oito temporadas, o meio-campista atualmente é companheiro de Thierry Henry no New York Red Bulls. Longe dos holofotes que um campeonato como a Premier League traz, o australiano deu neste domingo um ótimo motivo para virar notícia. No duelo contra o Houston Dynamo, Cahill entrou para a história da Major League Soccer ao marcar o gol mais rápido da história da competição criada há 20 anos.

Com apenas sete segundos de jogo, o meia abriu o placar para o New York Red Bulls com um belo chute de fora da área. Antes do tento do australiano, o dono do recorde era o atacante Dwayne de Rosario, que, em 27 de setembro de 2003, marcou com 11 segundos de partida. O New York acabou vencendo por 3 a 0. A vitória no Estádio BBVA Compass foi a quarta seguida na MLS e colocou o time nova-iorquino na ponta da tabela da Conferência Leste, com 56 pontos, um a mais que o vice-líder Kansas City Wizards. Melhor que a campanha recente do New York só esse gol de Cahill, que, além de rápido, foi uma pintura! Veja abaixo.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!