MLS

San Diego quer ‘plano Messi’ para entrar na MLS e mira em estrela da Premier League

Nova franquia da MLS, San Diego FC gostaria de contratar De Bruyne para a sua temporada de estreia na liga dos EUA

A mais nova franquia da MLS está louca para fazer barulho já na sua primeira temporada atuando na liga de futebol dos Estados Unidos. O San Diego FC deve estrear na competição somente em 2025, mas mesmo assim, o clube já está se preparando para chamar a atenção, e trazer um dos grandes astros do futebol mundial desde o começo.

Segundo apuração do site HTTC, a franquia do estado da Califórnia não só está interessada, como já está montando um plano para contratar Kevin De Bruyne no ano que vem. A franquia é a mais cara da história da MLS, tendo feito um acordo de expansão de 500 milhões de dólares, segundo a imprensa local, para fazer parte da competição.

Qual a estratégia da franquia?

E com tanto dinheiro gasto, o objetivo é criar impacto desde o começo. A ideia da franquia é atrair a mesma atenção a que o Los Angeles Galaxy criou em 2007 ao contratar David Beckham, e do Inter Miami, que pertence ao ex-jogador inglês, quando contratou Lionel Messi, há quase um ano.

O contrato do belga com o Manchester City acaba em 2025, e o clube está aberto a discuti-lo nos próximos meses. Responsável por negociar o próprio acordo, o meia nunca demonstrou nenhuma insatisfação com o clube ou com a cidade inglesa, onde vive desde 2015, oriundo do Wolfsburg.

Anteriormente, De Bruyne chegou a ser fortemente especulado para ir à Arábia Saudita. Mas a HTTC apurou que o próprio jogador preferiria ir para os Estados Unidos, o que casa perfeitamente com a ideia do San Diego FC. Para convencer o meia, a ideia dos donos da franquia da Califórnia é fazer um acordo com termos e bônus semelhantes aos de Messi no Inter Miami.

Um desejo do próprio jogador

A possibilidade cada vez mais real do jogador de 32 anos se mudar para a América do Norte parece cada vez mais real. Em 2018, seu ex-empresário, Patrick De Koster, revelou ao programa belga MNM que De Bruyne gostaria de encerrar a carreira em um time da MLS.

— Eu acho que o Kevin vai encerrar a carreira dele nos EUA ao invés de na Bélgica. Ele já foi para a América do Norte algumas vezes de férias, e ama tanto o país como a cultura deles. Ele se despediu de sua vida de solteiro em Las Vegas, e sempre falamos sobre ele encerrar sua carreira na MLS.

Antes de talvez deixar o Manchester City e a Inglaterra, Kevin De Bruyne tem mais um ano de contrato. Mesmo tendo sofrido uma lesão no início da temporada, sua volta foi importante para a equipe, que pode ser campeã da Premier League caso vença seus dois últimos jogos, além de também disputar o título da Copa da Inglaterra. Parece um final praticamente perfeito para um dos jogadores mais importantes do clube inglês nos últimos anos.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo