MLS

Destaque nas Eliminatórias, Michael Estrada será mais um sul-americano na MLS, emprestado ao DC United

Artilheiro do Equador nas Eliminatórias, Estrada trocou o Toluca pelo DC United e será o 12° jogador de seu país na liga

Michael Estrada aparece entre os melhores jogadores das Eliminatórias Sul-Americanas. O atacante é o principal artilheiro do Equador na campanha e teve algumas grandes atuações, que abriram caminho para La Tri ser a terceira melhor equipe do qualificatório. Anotou seis gols e distribuiu duas assistências, responsável direto por quase um terço dos tentos equatorianos. Tal sucesso permitiu que Estrada assinasse um novo contrato para 2022. Aos 26 anos, o centroavante troca o México pelos Estados Unidos. O DC United acertou seu empréstimo junto ao Toluca até o final da temporada, com opção de compra.

Estrada possui uma boa rodagem no Campeonato Equatoriano. O atacante surgiu no Macará, mas ganhou um pouco mais de sequência no El Nacional. Depois, defendeu o Independiente del Valle por duas temporadas, disputando a Libertadores com o clube de Sangolquí e chegando à seleção do Equador em 2017. Em 2019, Estrada acabou emprestado de volta ao Macará. Faria uma excelente temporada, com 17 gols em 25 partidas e o prêmio de melhor jogador do Campeonato Equatoriano. Foi o que o levou pela primeira vez ao exterior, contratado pelo Toluca por €2,7 milhões.

Os números de Michael Estrada no Toluca não impressionam muito. São 17 gols em 66 partidas, a menor média de sua carreira. O que ajuda a elevar seu moral é o brilho com a seleção. Por conta de uma grave lesão no joelho, Estrada não disputou a Copa América de 2019. Ganhou a posição depois de sua recuperação e virou um nome imprescindível no time de Gustavo Alfaro durante as Eliminatórias. Chegou a marcar gols decisivos para vitórias sobre Uruguai, Colômbia, Bolívia e Paraguai. Também esteve presente na Copa América de 2021.

A chance no DC United parece boa para Estrada. Aos 26 anos, o atacante já não é mais tão jovem para sonhar com o futebol da Europa. A MLS oferece uma estabilidade financeira ao artilheiro e também qualidade de vida. Além disso, o nível técnico é mais baixo que na Liga MX. O equatoriano poderá sobrar como outros jogadores sul-americanos nos EUA. Entre seus companheiros de elenco estará o peruano Edison Flores, em sua terceira temporada na capital americana.

Estrada será o 12° jogador equatoriano na MLS, seis deles contratados para a temporada 2022. Entre os outros novatos há o meio-campista Alan Franco, cedido pelo Atlético Mineiro ao Charlotte. Também chegou o centroavante Leonardo Campana, emprestado pelo Miami junto ao Wolverhampton. O nome de maior destaque em 2021 foi o meia José Cifuentes, do Los Angeles FC.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo