Estados UnidosMLS

Guia da MLS – Leste

A temporada da Major League Soccer começa neste final de semana. Na última coluna, os leitores conheceram as equipes da Conferência Oeste. Desta vez, você poderá saber mais sobre os clubes do Leste, incluindo o New York Red Bulls, de Thierry Henry, Juninho Pernambucano e Tim Cahill.

Chicago Fire

Site: http://www.chicago-fire.com/
Entrada na MLS: 1998
Estádio: Toyota Park (Bridgeview, Illinois – 20.000 lugares)
Títulos: 1 (1998)
Última campanha: Eliminado na 1ª fase dos playoffs do Leste
Quem chegou: Maicon Santos (A, draft de reentrada), Joel Lindpere (M, Red Bulls), Jeff Larentowicz (M, Rapids), Brendan King (M, agente livre), Dilly Duka (M, Crew)
Quem saiu: Jay Nolly (G, dispensado), Pável Pardo (M, aposentadoria), Guillermo Franco (A, dispensado), Álvaro Fernandez (M, Al-Rayyan-QAT), Federico Puppo (A, LDU de Quito-QUE), Dominic Oduro (A, Crew), Tony Walls (D, dispensado)
Técnico: Frank Klopas
Time base (4-1-3-2): Sean Johson, Logan Pause, Arne Friedrich, Austin Berry, Gonzalo Segares; Jeff Larentowicz; Patrick Nyarko, Joel Lindpere, Dilly Duka; Chris Rolfe, Sherjill MacDonald.

Na última temporada, o Fire teve problemas do lado ofensivo porque Pável Pardo e Logan Pause não conseguiram ajudar a equipe no ataque. Só que com as novas adições Jeff Larentowicz e Joel Lindpere, a cena deve mudar em Bridgeview. O time tem talento em todas os setores e pode sonhar com uma boa participação nos playoffs, pelo menos.

Columbus Crew

Site: http://www.thecrew.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: Columbus Crew Stadium (Columbus, Ohio – 20.145 lugares)
Títulos: 1 (2008)
Última campanha: 6º lugar no Leste
Quem chegou: Tyson Wahl (D, agente livre), Ryan Finley (A, draft), Gláuber (D, Rapid Bucareste-ROM), Agustín Viana (M, Bella Vista-URU), Matías Sanchez (M, Estudiantes-ARG), Dominic Oduro (A, Fire), Drew Beckie (D, draft).
Quem saiu: Cole Grossman (M, dispensado), Olman Vargas (M, dispensado), Nemanja Vukovic (D, dispensado), Rich Balchan (D, dispensado), Julius James
Técnico: Robert Warzycha
Time base (4-2-3-1): Andy Gruenebaum, Josh Williams, Chad Marshall, Gláuber, Tyson Wahl; Matías Sanchez, Agustín Viana; Dominc Oduro, Federico Higuain, Eddie Gaven; Jairo Arrieta.

Por mais um ano, o Crew traz um novo grupo de jogadores estrangeiros que já entrarão como titulares na equipe: Gláuber, Agustín Viana e Matías Sanchez. Só que para lutar por algo importante na temporada, os torcedores de Columbus esperam que esse grupo tenha um desempenho melhor que o dos últimos anos, em que o Crew teve dificuldades para chegar aos playoffs, onde não tem avançado muito bem.

D.C. United

Site: http://www.dcunited.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: RFK Stadium (Washington, DC – 45.596 lugares)
Títulos: 4 (1996, 1997, 1999, 2004)
Última campanha: Eliminado na semifinal do Leste
Quem chegou: John Thorrington (M, draft de reentrada), Rafael (A, Bahia), Syamsir Alam (M, CS Visé-BEL), Casey Towsend (A, Chivas USA), James Riley (D, Chivas USA), Carlos Ruiz (A, via MLS), Marcos Sánchez (M, Tauro-PAN)
Quem saiu: Branko Boskovic (M, dispensado), Mike Chabala (D, dispensado), Emiliano Dudar (D, dispensado), Maicon Santos (A, dispensado), Stephen King (M, dispensado), Long Tan (A, dispensado), Andy Najar (M, Anderlecht-BEL)
Técnico: Ben Olsen
Time base (4-2-3-1): Bill Hamid, Chris Korb, Brandon McDonald, Dejan Jakovic, Daniel Woolard; Perry Kitchen, Marcelo Saragosa; Nick DeLeon, Dwayne De Rosario, Chris Pontius; Lionard Pajoy.

O D.C. United surpreendeu bastante na última temporada. Após a lesão do destaque Dwayne De Rosario, poucos imaginaram que a equipe poderia se manter no topo da corrida pelos playoffs. Só que os jovens Chris Pontius e Nick DeLeon assumiram o comando do ataque e mostraram que o clube realmente é perigoso. Para uma boa corrida em 2013, os dois terão que mostrar o talento e produzir bastante.

Houston Dynamo

Site: http://www.houstondynamo.com/
Entrada na MLS: 2006
Estádio: BBVA Compass Stadium (Houston, Texas – 22.039 lugares)
Títulos: 2 (2006 e 2007)
Última campanha: Vice-campeão da MLS Cup
Quem chegou: Eric Brunner (D, Timbers), Omar Cummings (A, Rapids), Jason Johnson (A, draft), Andrew Driver (Hearts-ESC)
Quem saiu: Colin Clark (M, agente livre), Andre Hainault (D, agente livre), Mac Kandji (A, agente livre), Colin Rolfe (A, dispensado), Josue Soto (M, dispensado), Je-Vaughn Watson (M, FC Dallas)
Técnico: Dom Kinnear
Time base (4-4-2): Tally Hall, Kofi Sarkodie, Boby Boswell, Jermaine Taylor, Corey Ashe; Boniek Garcia, Adam Moffatt, Ricardo Clark, Brad Davis; Will Bruin, Cam Weaver.

Na final da liga por dois anos consecutivos e duas derrotas para o LA Galaxy. Assim foram as temporadas 2011 e 2012 para o Dynamo. A base da equipe não mudou e os laranjas têm condição de chegar bem aos playoffs novamente. Boniek Garcia e Brad Davis, os jogadores abertos do meio-campo do Dynamo, terão o trabalho da criação para abastecer Will Bruin, o “urso dançante”.

Montréal Impact

Site: http://www.impactmontreal.com/en
Entrada na MLS: 2011
Estádio: Saputo Stadium (Montreal, Quebec – 20.341 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: 7º lugar no Leste
Quem chegou: Andrea Pisanu (M, Bologna-ITA), Andrés Romero (A, Tombense-BRA)
Quem saiu: Greg Sutton (G, aposentadoria), Eduardo Sebrango (A, aposentadoria), Evan James (M, dispensado), Shavar Thomas (D, dispensado), Josh Gardner (D, dispensado), Bernardo Corradi (A, aposentadoria), Bryan Arguez (M, dispensado), Miguel Montaño (A, dispensado), Lamar Neagle (M, Sounders)
Técnico: Marco Shallibaum
Time base (4-1-4-1): Troy Perkins, Hassoun Camara, Alessandro Nesta, Matteo Ferrari, Jed Brovsky; Patrice Bernier; Andrea Pisanu, Felipe, David Arnaud, Justin Mapp; Marco Di Vaio.

Apesar de um 7º lugar no Leste em sua primeira temporada, a diretoria do Impact não ficou feliz com Jesse March e contratou Marco Shallibaum para comandar a equipe. Para ter sucesso, o suíço terá que trabalhar com dois pontos importantes: a defesa precisa ter mais entrosamento e os jogadores devem ficar mais concentrados nos últimos 15 minutos de jogo, onde a equipe cedeu 17 gols, pior marca da liga.

New England Revolution

Site: http://www.revolutionsoccer.net/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: Gillette Stadium (Foxborough, Massachusetts – 68.756 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: 9º lugar no Leste
Quem chegou: Andy Dorman (M, agente livre), Kalifa Cissé (M, Bristol City-ING), Chad Barrett (A, draft de reentrada), José Gonçalves (D, Sion-SUI), Andrew Farrell (D, draft), Matt Horth (A, agente livre), Bilal Duckett (D, agente livre)
Quem saiu: Blake Brettschneider (A, dispensado), Flo Lechner (D, dispensado), Alec Purdie (M, dispensado), Michael Roach (M, dispensado), Fernando Cardenas (M, dispensado), Blair Gavin (M, dispensado), Tim Murray (G, dispensado), Benny Feilhaber (M, Sporting KC)
Técnico: Jay Heaps
Time base (4-4-2): Bobby Shuttleworth, Andrew Farrell, A.J. Soares, José Gonçalves, Chris Tierney; Andy Dorman, Kalifa Cissé, Clyde Simms, Lee Nguyen; Saer Sène, Jerry Bengtson.

Jay Heaps, ex-ídolo da equipe de Massachusetts, assumiu como técnico no último ano e começou uma renovação, misturando jovens americanos com talento trazido do Caribe e da Europa. A missão deste ano no projeto é tentar lutar por uma vaga nos playoffs e os gols da dupla Sène e Bengtson serão fundamentais para tal objetivo.

New York Red Bulls

Site: http://www.newyorkredbulls.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: Red Bull Arena (Harrison, New Jersey – 25.000 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: Eliminado nas semifinais no Leste
Quem chegou: Kosuke Kimura (D, Timbers), Jamison Olave (D, RSL), Fabian Espindola (A, RSL), Josué Martinez (A, Union), Juninho (M, Vasco-BRA), Ruben Bover (M, agente livre), Eric Alexander (M, Timbers), Jonny Steele (M, RSL), Ian Christianson (M, draft), Michael Bustamante (M, draft)
Quem saiu: Jose Ângulo (A, dispensado), Corey Hertzog (M, dispensado), Jan Gunnar Solli (M, dispensado), Temu Tainio (M, dispensado), Stephen Keel (D, dispensado), Jonathan Borrajo (D, dispensado), Bill Gaudette (G dispensado), Sebastién Le Toux (A, Union), Rafa Marquez (D, dispensado), Wilman Conde (D, dispensado), Kenny Cooper (A, FC Dallas), Joel Lindpere (M, Fire)
Técnico: Mike Petke
Time base (4-2-3-1): Luis Robles, Brandon Barklage, Jamison Olave, Heath Pearce, Roy Miller; Dax McCarty. Juninho; Ruben Bover, Tim Cahill, Fabian Espindola; Thierry Henry.

Mais um ano de pressão para os touros vermelhos. A equipe é a única original da MLS que não conquistou nada, nem temporada regular, nem MLS Cup e nem a US Open Cup. Para enfim conquistar algo, a maior virtude do NYRB é a experiência. Para somar aos já consagrados Henry e Cahill, a franquia contratou Juninho Pernambucano e Fabian Espindola e Jamison Olave, dois atletas que venceram a MLS Cup com o RSL, em 2009.

Philadelphia Union

Site: http://www.philadelphiaunion.com/
Entrada na MLS: 2010
Estádio: PPL Park (Chester, Pensilvânia – 18.500 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: 8º lugar no Leste
Quem chegou: Sebastién Le Toux (A, Red Bulls), Jeff Parke (D, Sounders), Concor Casey (A, draft de re-entrada), Aaron Wheeler (A, KooTeePee-FIN)
Quem saiu: Gabriel Gomez (M, dispensado), Porfirio Lopez (D, dispensado), Krystian Witkowski (A, , dispensado), Zach Pfeffer (M, Hoffenheim-ALE), Josué Martinez (A, Red Bulls), Carlos Valdes (D, Independiente-COL)
Técnico: John Hackworth
Time base (4-3-3): Zach MacMath, Sheanon Williams, Bakary Soumaré, Jeff Parke, Gabriel Farfan; Brian Carroll, Amobi Okugo, Michael Farfan; Sebastién Le Toux, Jack McInerney, Conor Casey.

2012 foi um ano estranho em Filadélfia. Começou com a equipe mandando Sebastién Le Toux, seu maior ídolo, para Vancouver e terminou sem vaga nos playoffs. Só que 2013 começa diferente, com a reaquisição do goleador, que deve formar um ataque letal com Conor Casey, um dos grandes atacantes da história da MLS, e Jack McInerney, garoto promissor da base do Union.

Sporting Kansas City

Site: http://www.sportingkc.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: Sporting Park (Kansas City, Kansas – 18.467 lugares)
Títulos: 2000
Última campanha: Eliminado na final do Leste
Quem chegou: Josh Gardner (D, Impact), Benny Feilhaber (M, Revolution), Ike Opara (D, Earthquakes), Claudio Bieler (A, LDU de Quito-EQU), Yann Songo’o (D, Timbers), Mikey Lopez (M, draft)
Quem saiu: Julio César (M, dispensado), Cyprian Hendrick (D, dispensado), Neven Markovic (D, dispensado), Konrad Warzycha (M, dispensado), Michael Harrington (D, Timbers), Korede Aiyegbuse (D, dispensado), Luke Sassano (M, dispensado), Roger Espinoza (M, Wigan-ING)
Técnico: Peter Vermes
Time base (4-3-3): Jimmy Nielsen, Chance Myers, Aurelien Collin, Matt Besler, Josh Gardner; Oriol Rosell, Benny Feilhaber, Graham Zusi; Claudio Bieler, C.J. Sapong, Bobby Convey.

O Sporting é um dos grupos mais fortes da MLS, mas terá um desafio em 2013. Pela primeira vez nos últimos anos, a equipe disputará mais de duas competições oficiais. Será que o estilo de forte pressão no ataque e passes rápidos continuará mesmo com os jogadores cansados? Qual torneio a equipe vai priorizar: MLS ou Concachampions 13/14? Peter Vermes tem elenco para ir bem nas duas competições, mas precisa saber dosar de forma eficaz.

Toronto FC

Site: http://www.torontofc.ca/
Entrada na MLS: 2007
Estádio: BMO Field (Toronto, Ontário – 21.859 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: 9º lugar no Leste
Quem chegou: Justin Braun (A, RSL), Joe Bendik (G, Timbers), Danny Califf (D, draft de re-entrada),Gale Agbossoumonde (D, via MLS), Julio César (M, agente livre), Kyle Bekker (M, draft), Emery Welshman (A, draft)
Quem saiu: Adrian Cann (D, dispensado), Ty Harden (D, dispensado), Dicoy Williams (D. dispensado), Oscar Cordon (M, dispensado), Nicholas Lindsay (A, dispensado), Keith Makubuya (A, dispensado), Aaron Maund (M, RSL), Eric Avila (M, agente livre), Ryan Johnson (A, Timbers), Milos Kocic (G, Timbers), João Plata (A, RSL), Eric Hassli (A, FC Dallas), Torsten Frings (M, aposentadoria)
Técnico: Ryan Nelsen
Time base (4-4-1-1): Stefan Frei, Richard Eckersley, Danny Califf, Darren O’Dea, Ashtone Morgan; Reggie Lambe, Julio César, Terry Dunfield, Emery Welshman; Luis Silva; Justin Braun.

Em 2012, o TFC foi campeão canadense e chegou à semifinal da Concachampions após vencer o LA Galaxy. Só que a temporada na MLS foi desastrosa: 21 derrotas em 34 jogos. É a primeira experiência do ex-jogador Ryan Nelsen como técnico e Torsten Frings não está mais com a equipe, então não dá para esperar muito mais do TFC, a menos que Luis Silva possa carregar os canadenses apenas em seu segundo ano na liga.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo