Estados UnidosMLS

Guia da MLS – Conferência Oeste

Após a temporada da bola oval acabar, está bem perto da bola redonda voltar a entrar nos campos dos Estados Unidos. Na primeira semana de março (2 e 3), uma rodada completa abrirá os trabalhos da 18ª edição da Major League Soccer.

E para os leitores ficarem bem atualizados e preparados para o que acontecerá na próxima temporada da MLS, a Trivela traz a primeira parte do guia de 2013 da liga que reúne equipes americanas e canadenses.

Chivas USA

Site: http://www.cdchivasusa.com/
Entrada na MLS: 2005
Estádio: Home Depot Center (Carson, Califórnia – 18.000 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: 9º lugar no Oeste
Quem chegou: Carlos Alvarez (M, draft), Eric Avila (M, Crew) e Carlos Borja (D, agente livre)
Quem saiu: Juan Pablo Angel (A, sem contrato), Danny Califf (D, dispensado), Nick LaBrocca (M, Rapids), Casey Towsend (A, DC United), Bem Zemanski (M, Timbers), James Riley (D, DC United), Ryan Smith (M, dispensado), Alejandro Moreno (A, dispensado), Peter Vagenas (M, dispensado), Sharlie Joseph (M, Sounders)
Técnico: José Luis Sanchez Solá
Time base (3-2-3-2): Dan Kennedy, Steven Purdy, Bobby Burling, Walter Vilchez; Oswaldo Minda, Marvin Iraheta; Eric Avila, Miller Bolaños, Laurent Courtois; Juan Agudelo, José Correa.

A temporada dos Rojiblancos dependerá de como a filosofia de jogo do novo técnico Sanchez Solá funcionará. O mexicano preza que a equipe seja agressiva, rápida e pressione na defesa do adversário para recuperar a bola mais perto do gol. O time tem peças boas e pode lutar por vaga nos playoffs se assimilar bem o que é pregado por seu novo comandante.

Colorado Rapids

Site: http://www.coloradorapids.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: Dick’s Sporting Goods Park (Commerce City, Colorado – 18.086 lugares)
Títulos: 1 (2010)
Última campanha: 7º lugar no Oeste
Quem chegou: Atiba Harris (M, Whitecaps), Eric Avila (M, draft de reentrada), Edson Buddle (A, Galaxy), Nathan Sturgis (M, Dynamo), Diego Calderón (D, LDU de Quito-EQU), Kevin Harbottle (A, Universidad Católica-CHI), DeShorn Brown (D, draft), Dillon Powers (M, draft), Nick LaBrocca (M, Chivas USA), Charles Elondou (A, via MLS)
Quem saiu: Conor Casey (A, dispensado), Edu (A, dispensado), Ian Joyce (G, dispensado), Tyrone Marshall (D, agente livre), Joseph Nane (M, dispensado), Scott Palguta (D, dispensado), Tyson Wahl (D, dispensado), Luis Zapata (D, dispensado), Hunter Freeman (D, dispensado), Omar Cummings (A, Dynamo), Jeff Larentowicz (M, Fire), Eric Avila (M, Chivas USA)
Técnico: Óscar Pareja
Time base (4-4-2): Matt Pickens, Brian Mullan, Drew Moor, Diego Calderón, Anthony Wallace; Jamie Smith, Nick LaBrocca, Pablo Mastroeni, Tony Cascio; Edson Buddle, Atiba Harris.

Mudanças no Colorado. Jeff Larentowicz, Conor Casey e Omar Cummings, três jogadores muitos importantes para a franquia há muito tempo, não estão mais por lá. Do “grupo de ferro” do campeonato de 2010, sobrou apenas o capitão Pablo Mastroeni. A expectativa é que essas mudanças possam trazer novos ares para quem teve um 2012 muito fraco.

FC Dallas

Site: http://www.fcdallas.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: FC Dallas Stadium (Frisco, Texas – 20.500 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: 6º lugar no Oeste
Quem chegou: Peter Luccin (M, agente livre), Stephen Keel (D, draft de reentrada), Pipico (A, Vasco), Raúl Fernández (G, agente livre), Walker Zimmerman (D, draft), Eric Hassli (A, Toronto), Kenny Cooper (A, Red Bulls), Je-Vaughn Watson (M, Dynamo), Michael (D, agente livre)
Quem saiu: Bryan Leyva (M, dispensado), Bruno Guarda (M, dispensado), Ruben Luna (A, dispensado), Matías Jara (A, dispensado), Kevin Hartman (G, agente livre), Julian de Guzman (M, agente livre), Scott Sealy (A, dispensado), Moises Hernandez (D, Saprissa-CRC), Ricardo Villar (M, dispensado), James Marcelin (M, dispensado), Brek Shea (M, Stoke City-ING), Pipico (A, dispensado)
Técnico: Schellas Hyndman
Time base (4-4-2): Raúl Fernández, Jair Benitez, George John, Matt Hedges, Zach Loyd; Fabian Castillo, David Ferreira, Andrew Jacobson, Jackson; Blas Perez, Kenny Cooper.

Era esperado que os Hoops perdessem alguma parte de sua defesa para algum clube do exterior, mas acabaram ficando sem Brek Shea, a grande válvula de escape de seu ataque. Com a forte defesa de volta, Schellas Hyndman apostará em uma reestruturação do setor ofensivo e dois atacantes para que a equipe de Dallas volte aos playoffs. David Ferreira será muito importante mais uma vez e será bom ver o colombiano saudável para começar a temporada.

Los Angeles Galaxy

Site: http://www.lagalaxy.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: Home Depot Center (Carson, Califórnia – 27.000 lugares)
Títulos: 4 (2002, 2005, 2011, 2012)
Última campanha: Campeão da MLS Cup
Quem chegou: Colin Clark (M, draft de reentrada), Carlo Cudicini (G, agente livre)
Quem saiu: Andrew Boyens (D, dispensado), Bryan Jordan (D, dispensado), Kyle Nakazawa (M, dispensado), Pat Noonan (A, dispensado), Chad Barrett (A, dispensado), Christian Wihelmsson (M, dispensado), David Beckham (M, dispensado), Edson Buddle (A, Rapids)
Técnico: Bruce Arena
Time base (4-4-2): Carlo Cudicini, A.J. DeLaGarza, Omar Gonzalez, Leonardo, Bryan Gaul; Sean Franklin, Marcelo Sarvas, Juninho, Mike Magee; Landon Donovan, Robbie Keane.

A Era David Beckham acabou em Los Angeles e, segundo relatos, a de Landon Donovan também pode estar próxima de acabar. Só que mesmo com grandes adversidades durante a última temporada, o Galaxy conseguiu se reerguer, conseguiu vaga nos playoffs e conquistou o bicampeonato da MLS. O grupo já se conhece bem, tem entrosamento e Robbie Keane e Donovan podem decidir jogos em um pequeno instante.

Portland Timbers

Site: http://www.portlandtimbers.com/
Entrada na MLS: 2010
Estádio: Jeld-Wen Field (Portland, Oregon – 20.438 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: 8º lugar no Oeste
Quem chegou: Michael Harrington (D, Sporting KC), Will Johnson (M, Real Salt Lake), Ryan Johnson (A, Toronto), Milos Kocic (G, Toronto), Mobi Fehr (D, via MLS), Diego Valeri (M, Lanús-ARG), Ryan Miller (D, Halmstads-SUE), Dylan Tucker-Gagnes (D, draft), Bem Zemanski (M, Chivas USA), Michael Nachoff (M, Whitecaps)
Quem saiu: Freddie Braun (M, dispensado), Charles Renken (M, dispensado), Ian Hogg (D, dispensado), Kosuke Kimura (D, Red Bulls), Eric Bunners (D, Dynamo), Lovel Palmer (M, dispensado), Steve Purdy (D, dispensado), Steve Smith (D, dispensado), Joe Bendik (G, Toronto), Robbie Findley (A, Real Salt Lake), Mike Fucito (A, Earthquakes), Eric Alexander (M, Red Bulls)
Técnico: Caleb Porter
Time base (4-3-3): Donovan Ricketts, Ryan Miller, Andrew Jean-Baptiste, Hanyer Mosquera, Michael Harrington; Diego Chara, Will Johnson, Diego Valeri; Khalif Alhassan, Darlington Nagbe, Ryan Johnson.

A expectativa era imensa para a última temporada em Portland, mas a equipe jogou muito mal durante todo o ano e não fez o que todos esperavam: pelo menos chegar aos playoffs. Novamente, os Timbers criam expectativa com os fãs da MLS e esperam que a chegada do técnico Caleb Porter, que fez um excelente trabalho no nível universitário, possa revitalizar a equipe.

Real Salt Lake

Site: http://www.realsaltlake.com/
Entrada na MLS: 2005
Estádio: Rio Tinto Stadium (Sandy, Utah – 20.213 lugares)
Títulos: 1 (2009)
Última campanha: Eliminado nas semifinais do Oeste
Quem chegou: Cole Grossman (M, draft de reentrada), Aaron Maund (M, Toronto), Lovel Palmer (M, draft de reentrada), Robbie Findley (A, Portland), John Stertzer (M, draft), João Plata (A, Toronto), Devon Sandoval (A, draft)
Quem saiu: Nico Muñiz (A, dispensado), Kyle Reynish (G, dispensado), Jonny Steele (M, dispensado), Paulo Jr (A, dispensado), Emiliano Bonfigli (A, dispensado), Justin Braun (A, Toronto), Jamison Olave (D, Red Bulls), Fabián Espíndola (A, Red Bull), Will Johnson (M, Timbers)
Técnico: Jason Kreis
Time base (4-3-1-2): Nick Rimando, Tony Beltran, Chris Schuler, Nat Borchers, Chris Wingert; Kyle Beckerman, Ned Grabavoy, Sebastian Velasquez; Javier Morales; João Plata, Alvario Saborio.

O Real Salt Lake continua com um grupo muito forte, mesmo mandando Jamison Olave e Fabián Espíndola, dois de seus principais jogadores, para Nova York e Will Johnson, outro bom atleta, para Portland. Para ajudar, os jovens que estão entrando na equipe têm mostrado que estão prontos para assumir os lugares deixados por esses bons jogadores que não estão mais em Salt Lake City.

San Jose Earthquakes

Site: http://www.sjearthquakes.com/
Entrada na MLS: 1996
Estádio: Buck Shaw Stadium (Santa Clara, Califórnia – 10.525 lugares)
Títulos: 2 (2001 e 2003)
Última campanha: Eliminado nas semifinais do Oeste
Quem chegou: Dan Gargan (D, draft de reentrada), Ty Harden (D, draft de reentrada), Bryan Jordan (D, draft de reentrada), Mike Fucito (A, Timbers), Peter McGlynn (D, draft)
Quem saiu: Tim Ward (D, dispensado), Joey Gjertsen (D, dispensado), Khari Stephenson (M, dispensado), Ike Opara (D, Sporting KC)
Técnico: Frank Yallop
Time base (4-4-2): Jon Busch, Steven Beitashour, Victor Bernardez, Jason Hernandez, Justin Morrow; Shea Salinas, Sam Cronin, Rafael Baca, John Bostock; Chris Wondolowski, Mike Fucito (Steven Lenhart).

O time dos Quakes fez uma temporada regular incrível em 2012, mas desapontou bastante nos playoffs, ainda mais por ter perdido em casa para o Galaxy e tendo a vantagem do empate. A equipe mantém a base, então deve voltar forte novamente, Chris Wondolowski continuará marcando gols sempre e a combinação de Steven Lenhart e Mike Fucito dará muitos problemas aos defensores.

Seattle Sounders

Site: http://www.soundersfc.com/
Entrada na MLS: 2009
Estádio: CenturyLink Field (Seattle, Washington – 38.500 até 67.000 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: Eliminado na final do Oeste
Quem chegou: Eriq Zavaleta (A, draft), Lamar Neagle (M, Impact), Sharlie Joseph (M, Chivas USA)
Quem saiu: Andrew Weber (G, dispensado), O’Brian White (A, dispensado), Mike Seamon (M, dispensado), Jeff Parker (D, Union), Fredy Montero (A, Millionarios-COL)
Técnico: Sigi Schmid
Time base (4-4-2): Michael Gspurning, Adam Johansson, Jhon Kennedy Hurtado, Zach Scott, Leo Gonzalez; Mauro Rosales, Osvaldo Alonso, Brad Evans, Steve Zakuani; David Estrada, Eddie Johnson.

O fantasma dos playoffs enfim deixou de incomodar os Sounders e a equipe chegou à final do Oeste, mas perdeu para o Galaxy. Para a nova temporada, o clube de Seattle perdeu seu melhor defensor (Tyson Wahl) e seu melhor atacante (Fredy Montero). Mas não dá para pensar que isso deve afetar as chances de pós-temporada, já que continua sendo um elenco forte.

Vancouver Whitecaps

Site: http://www.whitecapsfc.com/
Entrada na MLS: 2011
Estádio: BC Place (Vancouver, Colúmbia Britânica – 21.000 até 54.313 lugares)
Títulos: Nenhum
Última campanha: Eliminado na 1ª fase dos playoffs do Oeste
Quem chegou: Paulo Jr (A, draft de reentrada), Brad Rusin (D, HB Koge-DIN), Kekuta Manneh (A, draft), Corey Hertzog (A, agente livre), Tommy Heinemann (A, agente livre), Daigo Kobayashi (M, agente livre), Johnny Leverón (D, agente livre)
Quem saiu: Brian Sylvestre (G, dispensado), Tiago Ulisses (M, dispensado), Etienne Barbara (A, dispensado), Michael Nanchoff (M, Timbers), John Thorrington (M, dispensado), Atiba Harris (M, Rapids), Barry Robson (M, agente livre), Martín Bonjour (D, dispensado)
Técnico: Martin Rennie
Time base (4-4-2): Brad Knighton, Lee Young-Pyo, Andy O’Brien, Jay DeMerit, Jordan Harvey; Daigo Kobayashi, Gershon Koffie, Alain Rochat, Camilo Sanvezzo; Darren Mattocks, Kenny Miller.

2013 é um ano de consolidação para os Whitecaps. Na última temporada, a equipe se tornou a primeira canadense a conseguir vaga para os playoffs da MLS, o que deveria ser o objetivo do clube novamente. Darren Mattocks enfim deve ser titular com regularidade, o que acrescentará bastante velocidade ao time, algo que faltava na maioria das partidas do último ano.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo