Espanha

Tribunal de Madri proíbe greve no futebol espanhol

O Campeonato Espanhol será jogado normalmente no final de semana. Após a ameaça de greve da liga profissional de futebol (LFP) em razão de direitos de TV, o tribunal deu razão aos seis clubes que eram contra a paralisação.

“O tribunal decide que o calendário oficial para a primeira e segunda divisões devem permanecer inalterados para a próxima rodada de partidas”, diz a decisão do tribunal na quarta-feira.

A LFP aceitou a decisão e imediatamente declarou que os jogos serão disputados normalmente. “Apesar das discordâncias internas no coração da LFP pelas medidas tomadas na assembleia do dia 11 de fevereiro, todos os clubes jogarão a liga normalmente para pressionar o governo”, diz comunicado da LFP.

Um diretor do Villarreal, um dos seis clubes chamados de “rebeldes” por quererem jogar, afirmou estar aliviado com a decisão. “Uma greve seria um golpe no coração do futebol”, disse.

Além do Villarreal, Sevilla, Real Sociedad, Espanyol, Athletic Bilbao e Zaragoza também eram contra a paralisação indicada pela LFP.

A liga espanhola é contra a exibição obrigatória de um jogo da rodada em TV aberta, argumentando que isso tira poder de negociação dos clubes, que podem ganhar mais com exibição exclusiva em canais fechados.

Os clubes contrários à paralização afirmaram que a greve seria “desproporcional, inapropriada, contra os interesses dos clubes, da competição, dos torcedores e, acima de tudo, contra a lei”.

Um adiamento poderia estender o Campeonato Espanhol para o dia 11 e 12 de junho, entrando no período de férias dos jogadores.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo