EspanhaLa Liga

Talento de Casemiro foi diferencial para dar vitória ao Real Madrid contra Athletic

Vencer o Athletic Bilbao na Catedral, o estádio San Mamés, é sempre uma missão difícil. O Real Madrid contou com uma estrela incomum no seu recheado elenco de craques para vencer: Casemiro. O meio-campista brasileiro é um dos destaques do time, mas é normalmente um coadjuvante que faz as estrelas brilharem. Desta vez, porém, ele foi o grande craque do time. Foi um monstro na marcação – correndo o risco até de ser expulso algumas vezes –, deu passe para gol, marcou outro e decidiu a partida na vitória por 2 a 1.

LEIA TAMBÉM: Craque em campo, Zidane acredita que é mais difícil ser campeão como técnico

N’ao foi por falta de estrelas em campo que o Real Madrid teve Casemiro brilhante. O badalado trio de ataque BBC, com Benzema, Bale e Cristiano Ronaldo esteve em campo. Aliás, Ronaldo foi o autor de duas assistências – uma delas depois de um lindo passe de Casemiro para ele. A atuação do volante brasileiro foi magnífica.

A começar pela sua função primordial em campo, a marcação. Fez oito desarmes na partida, sendo o jogador que mais se destacou neste quesito. Depois, pela excelente presença em campo diante de um adversário duro. Vibrou, tomou cartão amarelo e até errou também, forçando demais algumas jogadas e correndo o risco de um segundo cartão. Mas não tomou. E decidiu.

Primeiro aos 24 minutos, quando fez um lindo passe longo para Cristiano Ronaldo, livre do lado esquerdo. O português tocou para o meio onde achou Benzema, que finalizou para o gol. O gol de empate viria no segundo tempo, aos 20 minutos. Williams fez cruzamento da direita, Raúl García ajeitou de cabeça para Aritz Aduriz completar para o gol, também de cabeça.

O gol da vitória do Real Madrid viria poucos minutos depois, aos 23. Toni Kroos cobrou o escanteio e a bola sobrou milagrosamente nos pés de Casemiro, livre, na  pequena área. O brasileiro só empurrou para o gol. Gol decisivo da partida.

Desde que Zidane chegou ao comando do Real Madrid, em janeiro de 2016, Casemiro ganhou espaço. Tornou-se um jogador fundamental para equilibrar o time, que forma um meio-campo de qualidade enorme com o brasileiro dando sustentação para Toni Kroos e Luka Modric. É, sem dúvida, um dos melhores do mundo na posição, se não for o melhor.

Na caminhada para voltar a ganhar um título da liga espanhola, que não vem desde 2012, Casemiro vai fazendo muito bem o seu papel. O Real Madrid chega a 65 pontos em 27 jogos disputados. Abre cinco do Barcelona, que tem o mesmo número de partidas. Restam 11 rodadas até o final da liga.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo