Espanha

Sevilla tropeça em casa e desperdiça chance de disparar

Depois da derrota do Barcelona no dérbi catalão contra o Espanyol, a expectativa era que o Sevilla abriria uma boa vantagem na liderança do Campeonato Espanhol. Pois isso não ocorreu. Neste domingo, os Rojiblancos decepcionaram e, com uma atuação medíocre, perderam em casa para o Mallorca, que vinha de cinco derrotas seguidas. Foi a primeira vez na edição 2006/7 da liga em que os sevillistas não venceram um jogo no estádio Ramón Sánchez Pizjuan.

Os mallorquines surpreenderam ao pressionar o líder do campeonato. A estratégia de Gregoria Manzano deu certo e o Sevilla se sentiu acuado e sem ação diante da postura do adversário. Curiosamente, foi o time da casa que saiu na frente em uma das poucas jogadas que criou. Aos 21 minutos, Jesús Navas foi derrubado na área por Moyá e Kanouté converteu o pênalti.

O gol não mudou a dinâmica da partida e os baleares continuaram melhor. Ainda assim, o empate surgiu apenas no segundo tempo. Aos 3 minutos, Ibagaza cobrou escanteio, a defesa sevillista rebateu, mas a bola foi para Nunes, que completou de voleio.

O Mallorca virou 13 minutos depois. Jordi fez boa jogada pela direita e, com a saída de Palop, tocou para Maxi López que entrou livre no meio da área. O argentino não teve dificuldades para rolar a bola para dentro do gol vazio.

O Sevilla tentou manter a invencibilidade caseira (o time vencera todas as suas partidas em Sevilha) no final, mas não tinha criatividade e força ofensiva para superar a defesa dos baleares.

Com a derrota, os andaluzes permanecem na liderança, com 37 pontos. No entanto, têm um jogo a mais que o Barcelona, que pode ir a 38. O Mallorca foi a 20 e afastou temporariamente o perigo da zona de rebaixamento. O time das Ilhas Baleares foi beneficiado pelas derrotas de Levante (neste sábado), Betis, Real Sociedad, Gimnàstic e Athletic de Bilbao, concorrentes diretos nas últimas posições.

Dos ameaçados, os piores resultados foram os de Gimnàstic e Betis. O time de Tarragona caiu em casa diante do Getafe, 3 a 1. Os azuis marcaram 2 a 0 no primeiro tempo (gols de Vivar Dorado e Güiza) e nem o gol de Llera melhorou a situação dos catalães, pois Casquero completou o marcador a 15 minutos do final.

O Betis perdeu como visitante, mas foi melancólico nos 5 a 1 impostos por um crescente Osasuna. Os Rojillos dominaram a partida desde o início e foram construindo a goleada aos poucos. Soldado foi o grande destaque, com dois gols e uma assistência.

O Athletic de Bilbao também tem muito a lamentar. Os bascos foram derrotados em casa pelo Villarreal, 1 a 0. O pior é que os bilbaínos tiveram um pênalti a favor para responder ao gol de Forlán, mas o uruguaio Viera defendeu a cobrança de Yeste.

O outro grande basco, a Real Sociedad, também teve sua derrota determinada nos minutos finais. Os txuri-urdin seguravam o 0 a 0 com o Racing em Santander, mas sofreram o gol decisivo aos 44 minutos do segundo tempo, em pênalti convertido por Garay.

A rodada ainda teve o empate entre Recreativo e Deportivo La Coruña. Em Huelva, as equipes ficaram no 1 a 1, gols de Uche e Arizmendi. A 18ª rodada será completada ainda neste domingo, com Celta x Atlético de Madrid e Real Madrid x Zaragoza. Neste sábado, foram realizados dois dérbis citadinos: o Valencia fez 3 a 0 no Levante e o Espanyol bateu o Barcelona por 3 a 1.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo