Espanha

Sete jogadores do Real Madrid voltam lesionados das seleções

O Real Madrid tem muito que reclamar sobre a pausa para os amistosos internacionais. Dos 19 jogadores cedidos pelos merengues, sete voltaram das seleções com algum problema físico. A pior situação é a de Marcelo, que sofreu uma fratura no pé e só voltará a jogar em 2013. Além do brasileiro, Fábio Coentrão, Raphael Varane, Sergio Ramos, Sami Khedira, Gonzalo Higuaín e Karim Benzema também voltaram baleados do período.

A situação menos preocupante está no ataque. Benzema e Higuaín saíram de campo na terça-feira após choques e não devem desfalcar o Real por muito tempo, assim como Khedira, Ramos e Varane. As maiores lacunas estão nas laterais. Marcelo passará por operação nesta sexta, enquanto Coentrão e Arbeloa, ambos com problemas musculares, param por pelo menos três semanas.

José Mourinho tentou não aparentar o descontentamento com a situação no primeiro treino após o retorno de seus comandados. “Ao mau tempo, boa cara”, teria dito a membros da comissão técnica, segundo o jornal Marca. No sábado, o Real Madrid enfrenta o Celta, pela oitava rodada do Campeonato Espanhol.

Sem seus dois laterais esquerdos, o técnico cogita vários nomes improvisados na posição. Michael Essien e Angel Di María são possibilidades. Porém, o mais provável é que inverta Sergio Ramos ou o garoto Nacho Fernández, das categorias de base, ambos laterais direitos de origem. O próprio garoto afirmou que não teria problemas em ser deslocado. Jorge Casado, de 23 anos, também é outro nome cogitado.

A urgência deverá obrigar Mourinho a cumprir uma promessa feita em julho, no início da pré-temporada: “Quero um elenco de 20 jogadores, mais os goleiros, porque desejo deixar a porta aberta aos mais jovens”. O atacante Álvaro Morata foi o único jogador recém-saído da base a atuar nesta temporada.

Em seus dois primeiros anos no Santiago Bernabéu, Mourinho lançou 11 jogadores do Castilla na equipe principal. O goleiro Antonio Adán foi o quem mais apareceu em campo, somando dez jogos, seguido por Morata, com quatro.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo