Espanha
Tendência

Sampaoli sobre saída de Isco do Sevilla: “Não atingiu as expectativas do clube”

O técnico argentino, para variar, também aproveitou a oportunidade para cobrar mais reforços

O técnico do Sevilla, Jorge Sampaoli, explicou a saída de Isco, que teve seu contrato rescindido com o clube na última quarta-feira, menos de cinco meses depois de ter sido contratado ao sair do Real Madrid. O argentino, como de costume, também deixou claro que espera reforços na janela de transferências para tentar tirar a equipe da zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol, que será retomado na próxima semana.

Sampaoli falou depois da vitória por 3 a 0 sobre o Juventud Torremolinos, da quarta divisão, pela segunda rodada da Copa do Rei. “Isco é um grande garoto e o desejo o melhor, certamente um trabalhador. Foi embora um jogador que tem grande capacidade, mas que não atingiu as expectativas do clube”, afirmou o técnico argentino.

Isco foi dispensado pelo Sevilla depois de uma rápida deterioração de relações que começou com a saída de Julen Lopetegui, atualmente no Wolverhampton. Entre outros casos, uma discussão diante do elenco com o diretor de futebol Monchi deixou o ambiente bastante pesado. Aos 30 anos, ele está livre no mercado em busca de um novo destino.

Ele havia sido o reforço mais badalado de um Sevilla que perdeu jogadores como Jules Koundé, Diego Carlos e Lucas Ocampos na última janela e não parece ter reposto à altura. O volante Fernando jogou de zagueiro contra o Juventud Torremolinos, e Sampaoli não perdeu a chance de dar uma dobradinha na direção.

“Por enquanto terá que jogar nesta posição porque são os jogadores com os quais contamos. Se vierem outros, vamos ver, mas de momento, terá que jogar ali. Eu vejo a equipe preparada com o que tem e bem preparada. Estamos preparadas para tentar fazer com que ela compita o melhor possível”, disse o técnico. O Sevilla joga fora de casa contra o Celta de Vigo na sexta-feira, 30 de dezembro.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo