Espanha

Real Madrid quer reformar estádio e ampliar capacidade

O Real Madrid planeja um novo estádio Santiago Bernabéu. Um dos principais pontos que o presidente Florentino Pérez quer mudar é aumentar a capacidade do estádio, que o tornará o terceiro maior do mundo. As reformas, porém, não param por aí. Haverá ainda a  inclusão de um teto retrátil e a instalação de um telão de 360° graus. O clube já tem projetos que foram trabalhados por empresas e escolas de arquitetura, mas pedirá mudanças que incluam as três novas exigências. Os candidatos terão até o dia 30 de abril para apresentarem os novos projetos, já com as alterações incluídas.

A principal delas é a ampliação do números de lugares no estádio, o que, além de ser uma fonte de renda, é um argumento político importante para convencer os sócios que a reforma será boa também para eles. Em um clube que funciona baseado nos sócios, como o Real Madrid, é preciso fazer esse tipo de concessão, já que toda proposta precisa ser avaliada pelo conselho, composto por sócios.

A capacidade atual do Santiago Bernabéu é de 85.454 pessoas. A ideia da reforma é fazer com que a capacidade do estádio ultrapasse a marca de 90 mil pessoas. Com 10 mil novos lugares, estádio ultrapassaria os 95 mil lugares, ficando atrás apenas de dois estádios no mundo: o Camp Nou, do rival Barcelona, que tem pouco mais de 98 mil, e o estádio Azteca, na Cidade do México, que tem capacidade para 105 mil pessoas. Dois dos projetos apresentados já previam um aumento de capacidade do estádio.

O segundo ponto que o Real Madrid exige que esteja nos projetos é a cobertura retrátil, como já existe em diversos lugares do mundo, como na Veltins Arena, estádio do Schalke 04. Segundo o jornal Marca, três projetos já possuem esse item e fazem com que a cobertura se abra ou feche em 20 minutos, o que é considerado excelente.

O terceiro item exigido é que haja uma telão de 360°. Ao invés de ter dois telões no fundo de cada um dos lados do campo, haveria um telão contínuo por todo estádio, dando a volta inteira nele. O clube espera, assim, faturar mais com publicidade, tornando-se mais um lugar a receber anúncios. Esse item, porém, ainda não está presente em nenhum projeto. Há a possibilidade de haver um telão como nos ginásios da NBA, com um telão e quatro faces, mas a ideia não é a que mais agrada a diretoria do clube.

Além dessas mudanças, o clube quer ter uma reforma das áreas VIPs, dando a elas mais luxo e, claro, faturando ainda mais. O estádio crescerá internamente, mas o terreno também será ampliado para a criação de um centro comercial, outra fonte que o clube quer aproveitar como receita. Essa ampliação só será possível porque foi feito um acordo com a prefeitura de Madri, que permitiu a ampliação. Assim como no Brasil, as reformas de grande porte como essa precisam passar por uma aprovação governamental.

O custo da reforma do estádio Santiago Bernabéu ficará entre € 200 e € 250 milhões. Ainda segundo o jornal Marca, o clube acredita que esse valor será recuperado em um período de cinco anos, graças aos novos faturamentos que o estádio permitirá.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo