EspanhaLa Liga

Para se salvar, o Éibar torcia por gol do Barça ou do Depor no Camp Nou. Caiu com o empate

O Éibar viu seu sonho na temporada de estreia do Campeonato Espanhol se arruinar. Após o excelente primeiro turno, em que se manteve como o melhor clube do País Basco e foi para a pausa de inverno na oitava colocação, o time fez uma segunda metade de campanha trágica. Conquistou apenas quatro pontos em 18 rodadas, dependendo de um milagre em seu último compromisso. Que não aconteceu por muito pouco. Durante os minutos finais da rodada final, enquanto fazia sua parte e vencia o rebaixado Córdoba por 3 a 0, o Éibar torcia por um gol no Camp Nou, independente de quem marcasse. Uma vitória do Barcelona ou do Deportivo de La Coruña salvava os bascos, o que não aconteceu com o empate por 2 a 2.

A situação curiosa aconteceu por conta do critério de desempate do Campeonato Espanhol, o confronto direto. Naquele momento, três times somavam 35 pontos: Éibar, Granada e Deportivo. E, no confronto triplo, os bascos levavam a pior, caindo ao lado de Almería e Córdoba. Se o Barcelona marcasse um gol, o Deportivo seria degolado. Já em caso de gol do time de La Coruña, o confronto direto se limitaria a Éibar e Granada, com vantagem dos bascos contra os andaluzes. Mas não houve mais bolas nas redes que pudessem mudar o destino do empate no Camp Nou.

Apesar do segundo turno ridículo, o Éibar ainda merece créditos pelo início de sua campanha. O estreante chegou a sofrer a ameaça de não disputar a primeira divisão, mesmo com o acesso garantido. Tudo porque seus fundos estavam abaixo do limite para disputar a elite, por mais que estivessem em dia. Entrave resolvido, o time da cidade de 30 mil habitantes apresentou suas virtudes, independente do potencial financeiro. Um exemplo dentro do futebol espanhol, onde diversos clubes médios enfrentam o drama da crise e o risco da falência, como o próprio Deportivo.

Talvez o Éibar não retorne tão cedo ao Campeonato Espanhol. Mesmo na segundona, é uma equipe modesta. De qualquer forma, serve de exemplo de racionalidade para quem quiser segui-lo.

Vale conferir esta reportagem produzida pelo excelente canal Copa90, que explica melhor a estrutura do Éibar:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo