EspanhaLa Liga

Na eficiência e no contra-ataque, Real Madrid superou desafio difícil contra a Sociedad

Mesmo no Santiago Bernabéu, a Real Sociedad teve mais posse de bola que o Real Madrid. Pareceu controlar a maior parte do jogo deste domingo. No entanto, o time de Zidane jogou com inteligência, à espreita, apenas esperando a hora certa de dar o bote. A hora acerta apareceu três vezes: o time da casa acertou quatro chutes a gol, fez três e venceu por 3 a 0.

LEIA MAIS: Eusébio, 75 anos: A final de Champions em que o jovem Pantera Negra devorou o Real

Era uma partida difícil para o líder de La Liga. A Real Sociedad vinha de quatro vitórias em cinco rodadas e é osso duro de roer fora de casa, também com quatro triunfos nos últimos cinco jogos longe dos seus domínios. O Real Madrid vinha errático. Nas cinco partidas anteriores, por todas as competições, havia vencido apenas o Málaga.

Até por isso, preferiu a cautela no Santiago Bernabéu. Defendeu muito bem contra a Real Sociedad, que ficou com a bola no pé a maior parte do tempo, mas não criou muitas oportunidades de gol. Keylor Navas só precisou fazer três defesas para manter sua meta intacta. E no ataque, mostrou objetividade contra a linha defensiva avançada do time basco e matou a partida em contra-ataques muito rápidos.

No primeiro gol, aos 37 minutos, a marcação dobrou em cima de Cristiano Ronaldo, e Kovacic projetou-se livre por trás da linha de zaga, avançou e fez 1 a 0. O croata retribuiu o favor no começo do segundo tempo, com um bom passe em profundidade para Ronaldo, que tocou por cima do goleiro Rulli. Já à frente do placar, o Real Madrid matou o jogo em um rápido contra-ataque, que começou com lançamento de Navas. Vázquez cruzou na cabeça de Morata, que fez o terceiro dos merengues.

O Real Madrid fez o seu trabalho em uma rodada ótima para ele, com os empates de Atlético de Madrid e Barcelona, e a derrota do Sevilla para o Espanyol. Abriu quatro pontos na liderança, com um jogo a menos que o resto da tabela.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo