Espanha

Luis Enrique privilegia jovens e estreantes em sua primeira convocação na volta à seleção espanhola

Após passar a temporada 2018/19 como técnico da seleção espanhola, Luis Enrique abandonou o cargo em junho de 2019 por questões pessoais. Robert Moreno o substituiu, mas seu tempo na Roja durou apenas alguns meses. Em novembro, Lucho estava de volta. Porém, com a crise do Coronavírus mexendo com o calendário do futebol mundial, só agora, em agosto de 2020, é que Luis Enrique fez sua primeira convocação neste retorno, e ela veio cheia de estreantes e jovens atletas.

[foo_related_posts]

Diversos jogadores foram convocados pela primeira vez para a seleção espanhola nesta quinta-feira (20), alguns deles bem jovens, como Ansu Fati, do Barça, de apenas 17 anos, e Eric García, do Manchester City, de 19.

Outros, também jovens, mas de idade um pouco mais avançada e que há alguns anos têm se desenvolvido no futebol profissional, também ganharam sua primeira oportunidade na Roja. Adama Traoré, das categorias de base do Barça e que vem brilhando pelo Wolverhampton, é o principal nome deles, mas vários outros merecem destaque: Unai Simón, goleiro do Athletic Bilbao, Sergio Reguilón, lateral esquerdo do Real Madrid emprestado ao Sevilla, Óscar Rodríguez, também pertencente aos Blancos, mas emprestado ao Léganes, e Mikel Merino, meia da Real Sociedad. Fechando a relação de estreantes, temos Ferrán Torres, que jogou esta última temporada pelo Valencia e acaba de se transferir ao Manchester City.

A renovação clara do plantel da Roja pode ser vista também em outros nomes convocados, mas que já vinham fazendo parte da seleção, como Oyarzabal, Dani Olmo e Pau Torres. De olho em um novo ciclo de competições, Luis Enrique está preparado para lançar mão da nova geração promissora que surge na Espanha e que, especialmente em 2019/20, fez barulho no campeonato local.

A lista de convocação, que você confere abaixo, é válida para os jogos da Liga das Nações contra Alemanha e Ucrânia, em 3 e 6 de setembro, respectivamente.

Convocação da Espanha para jogos da Liga das Nações em setembro de 2020

Goleiros

David De Gea (Manchester United), Kepa Arrizabalaga (Chelsea) e Unai Simón (Athletic Bilbao).

Defensores

Jesús Navas (Sevilla), Dani Carvajal (Real Madrid), Sergio Ramos (Real Madrid), Pau Torres (Villarreal), Diego Llorente (Real Sociedad), Jose Gayà (Valencia), Sergio Reguilon (Sevilla) e Eric García (Manchester City).

Meio-campistas

Fabián Ruiz (Napoli), Thiago Alcântara (Bayern de Munique), Sergio Busquets (Barcelona), Rodri (Manchester City), Mikel Merino (Real Sociedad), Dani Olmo (RB Leipzig) e Óscar Rodríguez (Real Madrid/Leganés).

Atacantes

Rodrigo Moreno (Valencia), Mikel Oyarzabal (Real Sociedad), Adama Traoré (Wolverhampton), Marco Asensio (Real Madrid), Ansu Fati (Barcelona) e Ferrán Torres (Manchester City).

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo