EspanhaLa Liga

Lembra da idosa salva do despejo pelo Rayo? Ela deu parte do dinheiro a ídolo com câncer

O Rayo Vallecano teve uma linda iniciativa em novembro. O clube de Madri se ofereceu para pagar o aluguel de Carmen Martínez Ayudo pelo resto da vida. A senhora de 85 anos, moradora do bairro de Vallecas, tinha sido despejada por causa de uma dívida de seu filho. A história ganhou notoriedade e, através do técnico Paco Jémez, os vizinhos alvirrubros se comprometeram a bancar um apartamento para a idosa pelo resto de sua vida. A boa ação, entretanto, seguiria em frente graças ao coração enorme de Carmen.

LEIA MAIS: Rayo Vallecano pagará aluguel vitalício para senhora despejada de casa

Nos últimos dias, a torcida do Rayo Vallecano recebeu com pesar as notícias sobre Wilfred Agbonavbare. O goleiro nigeriano, reserva na Copa de 1994, defendeu a meta dos madrilenos durante seis temporadas na década de 1990. E o veterano de 48 anos descobriu um câncer recentemente, sendo homenageado pelos jogadores e torcedores antes da partida contra o Atlético de Madrid, neste sábado. Agora, ele também terá a ajuda de Carmen. A senhora doará para o africano parte do dinheiro arrecadado pelo Rayo a ela.

Wilfried

A mulher de 85 anos havia recebido € 21 mil do clube, para ajudar em seus gastos. No entanto, nem todo o dinheiro foi utilizado, e ela cederá metade para que os filhos de Wilfred viagem até a Espanha, acompanhando o pai durante o tratamento. O Rayo, inclusive, pedira ajuda ao Ministério do Interior para tentar facilitar a vinda dos jovens.

VÍDEO: O Rayo Vallecano definiu a paixão pelo futebol em um vídeo sensacional

“Todos nós temos que fazer coisas boas. Soube que estava um pouco mal e me lembrei dele. Tenho rezado por ele, tomara que fique bom”, declarou Carmen. “O que fizeram por mim, ninguém faz no mundo. Fazer coisas boas é o mais bonito que existe, e ainda mais com os pobres”. Na última semana, o presidente do Rayo Vallecano doara o dinheiro arrecadado pela fundação de solidariedade do clube. Além de uma conta para doações, os alvirrubros separaram parte da bilheteria do jogo contra o Sevilla, pelo Campeonato Espanhol, à idosa.

A história de Carmen, em meio à crise financeira vivida na Espanha, atraiu enorme empatia no país. A antiga casa da viúva tinha sido usada por seu filho para contrair empréstimo com um agiota, nunca pago. E agora a atitude da idosa serve para exemplificar que, mesmo em meio às dificuldades, é possível ajudar o próximo. Nesta corrente do bem, o Rayo Vallecano reforça ainda mais a sua postura como um clube fundado em um bairro trabalhador que não vira as costas para a sua comunidade. Histórias mostram que o futebol, mais do que um jogo, pode ser tão grande quanto a vida.

rayismo

 

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo