La Liga

Numa partida de sete gols, Papu Gómez foi o herói do Sevilla no eletrizante 4×3 contra o Celta

Argentino saiu do banco e definiu a vitória de virada durante o segundo tempo em Balaídos

A rodada do Campeonato Espanhol se encerrou com uma partida eletrizante no Estádio de Balaídos. Celta e Sevilla fizeram um duelo de sete gols, com duas viradas no placar e muita emoção. E, apesar dos sustos provocados pelos galegos, os sevillistas conseguiram impor seu favoritismo fora de casa durante o segundo tempo. Papu Gómez ainda é reserva no novo clube, mas virou o herói da vez ao assegurar o suadíssimo triunfo por 4 a 3, que mantém a confortável vantagem dos andaluzes dentro do G-4 de La Liga.

Numa partida que começou logo em alta rotação, o Sevilla saiu em vantagem aos sete minutos. Marcos Acuña cobrou escanteio pela esquerda e Jules Koundé pulou soberano para desferir sua cabeçada. O Celta, no entanto, respondeu com intensidade. O empate saiu logo aos 20, num pênalti cometido pelo próprio Koundé sobre Santi Mina. Iago Aspas cobrou e deixou tudo igual. Três minutos depois, Aspas anotou mais um e se encarregou da virada. Lançado em velocidade por Denis Suárez, o artilheiro arrematou o contragolpe na saída de Bono.

O Sevilla parecia sentir por seus erros defensivos, mas achou o novo empate aos 35. Fernando tabelou com Suso e deu uma dose de sorte, ao arriscar de fora da área, contando com um desvio para chegar às redes. Os andaluzes, aliás, pareciam mais fortes para a virada e Jesús Navas levou muito perigo num tiro por cima. Contudo, o Celta chegaria ao terceiro antes. Aos 43, numa linda troca de passes, Denis Suárez deu a enfiada e Aspas deixou passar, para Brais Méndez entrar livre na área. O meia deu um toquinho por cima de Bono e correu para o abraço.

O segundo tempo viu o Celta ainda tentar encaixar sua marcação adiantada, mas o Sevilla acertou seu jogo. Aos 15, os andaluzes voltavam a igualar a contenda. Depois de um cruzamento da esquerda que ninguém conseguiu afastar, Ivan Rakitic apareceu livre na área para emendar às redes. Já a vitória dos sevillistas seria confirmada aos 31, graças a Papu Gómez, que saiu do banco. Num lance em que a defesa do Celta perdeu várias chances de afastar o perigo, o argentino avançou na marra e bateu colocado. Resultado de peso, sobretudo pela forma como acabou vindo.

O Sevilla permanece muito seguro na quarta colocação do Campeonato Espanhol. Os andaluzes chegam aos 61 pontos, com 14 de vantagem na zona de classificação à Champions. Com um pouco mais de consistência, os rojiblancos poderiam mirar a taça, seis pontos abaixo do líder Atlético de Madrid. Mais abaixo, o Celta perdeu o embalo inicial pela chegada de Eduardo Coudet e tem oscilado mais. Ainda assim, a quem era ameaçado pelo risco de rebaixamento, o 11° lugar é uma boa posição, 11 pontos acima do Z-3.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo