BrasilEspanha

Kaká: de 3º reserva a possível titular

Depois de um período bastante afastado do time principal do Real Madrid, o meia Kaká parece ter ganhado cartaz no clube. O técnico José Mourinho parecia não acreditar mais no brasileiro, mas depois de uma boa apresentação contra o Millonarios no Troféu Bernabéu, voltou a aparecer no time e, nesta quarta-feira, foi titular e teve uma boa atuação contra o Ajax, pela Liga dos Campeões. Agora, Kaká já é cotado até para iniciar o jogo contra o Barcelona, no domingo.

A fase irregular de Mesut Özil tem contribuído para que Kaká consiga ganhar espaço. Contra o Deportivo, no fim de semana, a má atuação do alemão no primeiro tempo rendeu o primeiro jogo oficial do brasileiro na temporada. Mesmo sem fazer gol, Kaká conseguiu um pênalti ao tentar um cruzamento que acabou interceptado por um toque de mão, com as jogadas mais agudas saindo de seus pés.

Se antes do início da temporada ninguém apostava em Kaká, nem mesmo Mourinho, o jogador pode tornar-se opção para iniciar o duelo contra o Barcelona no Camp Nou. Com Özil ainda mal e Luka Modric ainda recentemente chegado ao clube, o jogador deve ao menos entrar em campo na partida.

Em uma enquete no site do jornal Marca com mais de 20 mil votos, 69,9% pede que o brasileiro comece jogando. No AS, outro jornal da capital espanhola, a pergunta é um pouco diferente, mas o resultado é parecido. O jornal pergunta quem deve ser o titular e dá Kaká, Özil e Modric como opções. Com mais de 59 mil votos, o brasileiro é o líder, com 50% dos votos, contra 29% de Özil e 21% de Modric. Pode ser a chance de Kaká voltar a ser o jogador de nível mundial que o Real Madrid contratou.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo