EspanhaLa Liga

Isco impressiona pela ascensão imediata no Real Madrid

Isco teve sua idoneidade questionada algumas vezes desde sua contratação pelo Real Madrid. As fotos de adolescência com a camisa do Barcelona, assim como o cachorro chamado ‘Messi’, davam conta de um passado blaugrana do andaluz. A forte concorrência no meio-campo merengue, no qual surgia como um nome a mais na forte rotação titular, também punham em dúvida seu desenvolvimento imediato no Santiago Bernabéu. Uma a uma, Isco vai derrubando as dúvidas. Surge não só como nome para o futuro, mas como destaque imediato de La Liga.

Depois de salvar o Real Madrid na estreia contra o Betis, com um gol e uma assistência, Isco foi mais uma vez o melhor em campo na vitória por 3 a 1 sobre o Santiago Bernabéu. Centralizado na armação, o camisa 23 marcou os dois gols para os anfitriões, servido em ambos por Karim Benzema. Já Cristiano Ronaldo, desviando de cabeça falta cobrada por Ángel Di María, complementou a vitória merengue, enquanto Ibai Gómez descontou para os bascos.

A qualidade de Isco é evidente, mas impressiona a forma como o jogador de 21 anos tomou conta do meio-campo do Real Madrid. Se Kaká pediu para deixar Madri nesta semana, a adaptação impressionante do prodígio espanhol tem muito a ver com isso. Se Mesut Özil foi especulado por outros clubes, embora tenha reiterado seu compromisso e deve ficar, a razão central também é o novo contratado.

Uma de suas grandes virtudes é a adaptabilidade. Isco pode jogar em qualquer posição entre os meias. E o apreço de Carlo Ancelotti pelo jogador ficou claro na segunda rodada, contra o Granada, quando o jogador foi escalado como meia central em uma linha com quatro jogadores, com uma sobrecarga maior de responsabilidade defensiva. O espanhol está longe de ser um grande marcado, mas tem grande capacidade de evolução. E os predicados ofensivos já o credenciam nesta etapa inicial na capital.

Além da inteligência na armação e da habilidade para os dribles, Isco impressiona pelo poder de definição. O impacto inicial desse aspecto no Real Madrid é até maior do que em sua passagem pelo Málaga. E Benzema tem sido essencial também para essa projeção. O francês parece mais leve sem a concorrência de Gonzalo Higuaín. Saindo mais da área, o francês tem aberto espaço para os companheiros – os dois excelentes passes para Isco são a prova – e também faz um ótimo início de temporada.

Pelas contratações que fez, o Real Madrid tem totais condições de desbancar o Barcelona em La Liga em 2013/14. E, principalmente, tem margem para crescer ainda mais, considerando a nova geração que chegou ao Bernabéu nos últimos meses. Isco, sem dúvidas, é quem encabeça esse grupo de promessas. Pelo que tem feito até o momento, os € 30 milhões pagos ao Málaga parecem até pouco diante do que os merengues têm a ganhar.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo