EspanhaLa Liga

Infelicidade evidente: Real Madrid é derrotado pelo Sevilla

Se Cristiano Ronaldo declarou que estava infeliz com sua situação profissional no Real Madrid, o clube também não está contente com seu desempenho em La Liga. Os merengues sofreram o terceiro revés em quatro rodadas, perdendo para o Sevilla por 1 a 0, em partida disputada no estádio Ramón Sánchez-Pizjuan. Os atuais campeões têm apenas quatro pontos, na 12ª posição, metade da pontuação dos rojiblancos, que agora aparecem em terceiro.

Foram necessários pouco menos de dois minutos para que o Sevilla começasse a surpreender o Real Madrid. Em jogada ensaiada, Ivan Rakitic cobrou escanteio e Piotr Trochowski saiu em velocidade da meia lua. O alemão saiu da marcação de Ángel Di María e arrematou de primeira, sem tempo de reação para Casillas.

Já aos três minutos, Gonzalo Higuaín correu o risco de ser expulso. O argentino acertou um chute em Fernando Navarro, mas ambos os jogadores receberam o cartão amarelo. Perdido em campo, o Real Madrid mantinha a posse de bola, mas tinha problemas para realizar a ligação entre meio de campo e ataque.

A primeira chance merengue só veio aos dez minutos, em falta venenosa de Cristiano Ronaldo que Andrés Palop espalmou. Recuperado do susto inicial, os visitantes passaram a pressionar, mas não acertavam o alvo. Do outro lado, Jesús Navas comandava as ações dos andaluzes, levando perigo pelo lado direito e Iker Casillas segurava as pontas para o Real. Aos 38, Ronaldo voltaria a incomodar, em nova defesa de Palop.

Sem aprovar a postura de seu time, José Mourinho promoveu as entradas de Luka Modric e Karim Benzema na volta do intervalo, sacando Di María e Özil. Bem na organização, o croata acertou a trave logo aos seis minutos, em chute de fora da área. Já Negredo tratou de dar o troco pelo Sevilla, em tiro cruzado que foi para fora.

A sorte parecia não estar mesmo com os merengues. Bem nos primeiros jogos da temporada, Higuaín seguia perdendo gols, enquanto Sergio Ramos desperdiçou excelente lance na pequena área, cabeceando para fora.

Aos 20, Mourinho fez sua última aposta, sacando Álvaro Arbeloa para a entrada de José Callejón. A alteração, porém, não surtiu efeitos na equipe. O Real Madrid perdeu forças no restante do jogo, ineficaz no ataque. Enquanto isso, o Sevilla pressionava a marcação e ameaçava em contragolpes, mas sem modificar o marcador.

Confira os resultados da quarta rodada de La Liga:

Sábado, 15/set
Málaga 3×1 Levante
Valencia 2×1 Celta
Getafe 1×4 Barcelona
Sevilla 1×0 Real Madrid

Domingo, 16/set
Espanyol x Athletic Bilbao
Granada x Deportivo
Osasuna x Mallorca
Real Sociedad x Zaragoza
Atlético de Madrid x Rayo Vallecano

Segunda-feira, 17/set
Valladolid x Betis

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo