Espanha

Imprensa espanhola abandona coletiva após silêncio de Mourinho

A última coletiva de imprensa do técnico José Mourinho antes do clássico com o Barcelona, neste sábado, pelo Campeonato Espanhol, simplesmente não aconteceu. Isso porque o treinador, através da assessoria do clube merengue, informou que não responderia perguntas dos jornalistas e apenas ficaria ao lado de seu assistente, Aitor Karanka, que seria o responsável pelas respostas.

A imprensa espanhola, então, se recusou a ficar na sala no momento em que os dois apareceram. Imediatamente quase todos os jornalistas espanhóis se levantaram e foram embora – entre os meios de comunicação do país, apenas o diário As e o programa “Punto Pelota” da rede Intereconomía.

Entre os jornalistas estrangeiros, os italianos e franceses também se retiraram, deixando a condução da entrevista coletiva, basicamente, para os diversos correspondentes internacionais presentes.

Karanka, então, explicou que José Mourinho optou por não falar para “não esquentar” o clássico. Essa foi a 11ª vez que o assistente teve que dar a coletiva, sempre motivadas pela ausência proposital do treinador português.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo