Espanha

Florentino Pérez: “Esse não é o Mbappé que queria trazer para o Real Madrid”

Presidente do Real Madrid, Florentino Pérez comentou a mudança de postura de Mbappé, que sonhava em jogar pelo clube espanhol e decidiu ficar no PSG

A transferência de Kylian Mbappé para o Real madrid era uma das mais esperadas da janela de transferências. Era dada como certa pela insatisfação do atacante no PSG, que deixou mais do que claro que queria sair. Nos negócios, como acontece dentro de campo, o jogo só termina quando acaba. Pouco antes do fim do contrato, o PSG conseguiu convencer Mbappé a ficar e ele renovou até 2025. Algo, claro, que deixou o Real Madrid furioso pela mudança de postura e o presidente Florentino Pérez deixou isso claro.

Segundo relatos como do Athletic, havia um acordo prévio entre Mbappé e Real Madrid já em maio. Parecia iminente que fosse anunciado. Com o passar das semanas, porém, ficou claro que o PSG conseguiu contornar as dificuldades com o jogador, ofereceu um contrato fabuloso e prometeu um projeto esportivo melhor e convenceu Mbappé a continuar. Aos 23 anos, ele segue no clube da sua cidade – ele nasceu nos arredores de Paris.

“Seu sonho era jogar no Real Madrid”, afirmou Pérez ao programa El Chiringuito. “Nós queríamos fazer isso em agosto do ano passado e eles não o deixaram sair, ele continuou dizendo que gostaria de jogar no Real Madrid e 15 dias antes isso mudou a situação”.

“Esse não é o Mbappé que eu queria trazer, ele é outro, um que deve ter mudado o seu sonho. Ele muda, foram oferecidas outras coisas a ele, ele é pressionado e ele já é um outro jogador”, continuou o dirigente.

“Não há ninguém no Real Madrid acima do clube. Ele é um grande jogador, pode ganhar mais do que outros, mas é um esporte coletivo e temos valores e princípios que não podemos mudar”, continuou Pérez.

O Real Madrid não se fez de rogado: em ter Mbappé, buscou outro talento francês, o meio-campista Aurélien Tchouaméni, contratado por € 80 milhões e potencialmente chegando a € 100 milhões por cláusulas.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo