Espanha

Fernando Llorente retorna à Espanha para tentar conquistar o acesso com o Eibar na segunda divisão

O veterano atacante de 36 anos estava sem clube desde que rescindiu com a Udinese ao fim da última temporada

Sem clube desde que rescindiu contrato com a Udinese após o fim da última temporada, Fernando Llorente está de volta ao futebol espanhol. E na segunda divisão. Nesta quinta-feira, o atacante de 36 anos foi apresentado pelo Eibar, recém-rebaixado e que tenta um retorno imediato à elite.

Campeão mundial e europeu pela Espanha, Llorente também tem duas finais de Champions League no currículo, embora tenha entrado no final de ambas, pela Juventus e pelo Tottenham. Atuou com certa regularidade pela Velha Senhora, mas, desde então, tem se especializado em ser o atacante bom na bola aérea que sai do banco de reservas.

Foi sua principal função na maioria dos clubes que defendeu nos últimos anos, com exceção do Swansea. Foi assim no Tottenham, em que tentou ser um dos vários candidatos a escudeiro de Harry Kane, e no Napoli, do qual saiu em janeiro deste ano para defender a Udinese. Foi dispensado após um gol em 14 partidas e ficou livre no mercado.

A prioridade era retornar ao futebol espanhol. Tentou uma vaga em La Liga, sem sucesso, e agora buscará ajudar o Eibar a conquistar a promoção. É o segundo colocado no momento, um ponto atrás do Almería e, com 19 gols em 12 rodadas, pode se beneficiar do faro de artilheiro de Llorente.

Além de ter sido um time estável de primeira divisão antes do rebaixamento, o Eibar oferece a vantagem de ficar a apenas uma hora de carro da cidade natal de Llorente, Pamplona. “Desde o primeiro momento, sinto que cheguei a uma família. Tenho muita vontade de me colocar à disposição do treinador. Muita vontade de voltar e acredito que o Eibar é a equipe ideal para voltar a fazer o que mais gosto. Tive várias opções, mas esta foi a melhor. Estava há muito tempo longe de casa”, disse, em sua apresentação.

Será treinado por Gaizka Garitano, ex-jogador que se formou na base do Athletic Bilbao, mas defendia a Real Sociedad quando Llorente estava começando a despontar. O Athletic foi seu último clube antes de assumir o Eibar, em julho. “É um treinador que conheço bem. Estou muito contente por chegar e estar à sua disposição. Com vontade de dar tudo. Estou sem treinar com um time há um tempo e sei que terei dificuldade para ganhar ritmo no começo. Não quero correr. Os prazos dependerão do que eu sentir. Tentarei ajudar com tudo que puder”, disse.

Llorente tem um histórico importante no futebol espanhol, com 111 gols em 327 partidas com a camisa do Athletic Bilbao. Também marcou sete vezes em 24 aparições com a seleção espanhola.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo