Espanha

Faltou tática ao Barcelona na última temporada, analisa Xavi

Faltou tática. É a avaliação do meia Xavi, do Barcelona, sobre o desempenho do time na temporada passada. A análise leva em consideração que o time sofreu com a ausência do seu técnico, Tito Vilanova, que se afastou para tratar um câncer e ficou meses afastado. Campeão espanhol com um pé nas costas, os blaugranas foram eliminados da Copa do Rei pelo Real Madrid e atropelados pelo Bayern Munique na Liga dos Campeões. Mais do que isso: Xavi já elogiou o novo comandante, Gerardo Martino, e disse que o trabalho do argentino já deu resultados contra o Levante.

“Na temporada passada, nós treinamos muito pouco quando Tito estava fora”, declarou Xavi ao Mundo Deportivo. “Como resultado, nós perdemos o nossos movimentos que saíam automaticamente”, continuou o veterano, de 33 anos. “Martino é um técnico sério e trabalhador, que é muito próximo dos jogadores. Tudo que ele faz é consensual. Ele chegou ao time cauteloso de fazer mudanças”, contou um dos vice-capitães do Barcelona. “Os técnicos sempre confiaram em mim, respeitaram qualquer lesão que eu tive e eu estou feliz por jogar neste time a minha vida toda”, disse Xavi.

A crítica de Xavi faz algum sentido. O Barcelona sofreu para lidar com a marcação de times rivais, como o Real Madrid e o Bayern. O 4-3-3 ficou muito fixo e o time variou pouco o modo de jogar, diferente da época que era treinado por Pep Guardiola, que divulgava escalações que pareciam um quebra-cabeça, tamanhas possibilidades de variação. Mas é preciso relevar, em parte, porque na reta decisiva o time teve uma perda importante: a ausência de Messi, machucado. De qualquer forma, as declarações de Xavi deixam uma expectativa alta para saber o que esse time pode render sob o comando de Martino.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo