EspanhaLa Liga

Falcao, who? Diego Costa e Villa dão conta do recado

Apenas €1 milhão para tirar o atacante brasileiro Diego Costa do Valladolid em 2010/11. Na atual temporada, mais € 2,1 milhões, que em razão das cláusulas no contrato podem alcançar € 5 milhões, para trazer o maior artilheiro da história da Espanha, David Villa, ex-Barcelona. Porque não colocar na conta a aquisição do atacante brasileiro Léo Baptistão, 20, que rendeu ao Rayo Vallecano € 7 milhões…

Por enquanto, a conta do Atlético de Madrid nas peças de frente tem superávit, já que o Monaco aceitou pagar € 60 milhões pelo colombiano Falcao. Contra o fraco Rayo Vallecano, em casa, os colchoneros não tiveram nenhuma dificuldade para encher a bagagem adversária de bolas… Logo aos 17 minutos, Raúl García meteu a cabeça e aproveitou a cobrança de escanteio, abrindo o placar.

Três minutos mais tarde, o turco Arda Turán serviu Diego Costa, que não perdoou. A defesa do Rayo atuava bem adiantada, facilitando enormemente a tarefa dos homens ofensivos do Atlético de Madrid, principalmente de Turán, que tem ótimo passe. No terceiro gol, aos 35 minutos, Diego deu um tapa de primeira na bola e entregou o gol para o turco, que ainda driblou Cobeño com facilidade antes de rolar para as redes…

No início da etapa final, o insosso volante Tiago apareceu na área e recebeu nova assistência de Arda Turán, a segunda na partida, cabeceando para as redes após escanteio. Com o jogo resolvido, o Atlético de Madrid diminuiu o ritmo, sem levar pressão dos visitantes – o goleiro Thibaut Courtois poderia tranquilamente fazer um bico de fotógrafo para algum jornal durante a partida –, e ainda conseguiu fazer o quinto, o segundo de García no jogo, já aos 45 minutos.

E olha que o placar poderia ser mais elástico, já que dos 14 impedimentos do Atlético de Madrid no jogo – contra nenhum do Rayo –, em pelo menos três a arbitragem vacilou e favoreceu os visitantes. Amplo domínio do primo pobre de Madrid, que por enquanto não perdeu pontos para outros times no Campeonato Espanhol (venceu Sevilla e Rayo) e lidera a competição, com 100% de aproveitamento, provavelmente ficando em segundo ao fim da rodada, atrás do Barça. Um bom time, que terá de provar ser capaz de digladiar com a poderosa dupla.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo