EspanhaLa Liga

Velhas virtudes e velhos vícios: Barça deixa a taça para depois

No jogo seguinte ao massacre sofrido em Munique, contra o Bayern, o Barcelona poderia comemorar o título espanhol. Poderia, já que a equipe apresentou os mesmos problemas defensivos que marcaram a temporada e acabou cedendo empate ao Athletic Bilbao nos acréscimos do segundo tempo.

Nada seria melhor para o Barça do que se recuperar da má atuação com o título espanhol, e claro, uma partida brilhante. Porém, a equipe mostrou em campo o mesmo que mostrou em toda a temporada. Uma defesa nada sólida e a dependência a Lionel Messi. O argentino começou o jogo no banco, poupado, mas entrou no segundo tempo e em menos de quatro minutos, fez um gol e deu uma assistência. Com ele em campo, o time era outro. Mas a média não é mantida na defesa.

As constantes falhas de posicionamento só podem preocupar os torcedores do time catalão, já que a goleada por 4 a 0 sofrida na Allianz Arena não permite novas bobeadas. A menos que Messi esteja inspirado e ajude a equipe a enfiar um caminhão de gols contra o Bayern, que tem a defesa menos vazada do futebol europeu. A missão parece impossível.

Formações iniciais

Athletic Bilbao 2-2 Barcelona_28-04-2013_Campinho

Destaque do jogo

A entrada de Messi foi fundamental para que o Barcelona conseguisse virar o jogo: o argentino saiu do banco aos 14 minutos do segundo tempo e mudou o panorama do jogo. Com ele, o Barça ficou mais com a bola no campo de ataque e foi muito mais incisivo. Pouco depois de ter entrado, o craque marcou um golaço e deu uma assistência para Alexis virar o jogo e, até aquele momento, garantir o título já neste sábado. O gráfico abaixo, montado pela revista inglesa Four Four Two, mostra a movimentação e a direção dos passes e chutes do Barcelona antes (à esquerda) e depois (à direita) da entrada de Messi.

Barcelona e Athletic

Momento-chave

Apesar de tudo, o momento-chave do jogo foi do Athletic. Já nos acréscimos, a equipe basca mostrou mais uma vez seu espírito de luta e empatou um jogo no qual havia sido melhor até a entrada de Messi. Aproveitando mais um erro de posicionamento da defesa blaugrana, Ander Herrera adiou o título da equipe catalã e impôs o segundo tropeço da equipe nesta semana.

Os gols

27/1T – GOL DO ATHLETIC BILBAO!
Aduriz pedalou para cima de Piqué, que escorregou e não conseguiu cortar o cruzamento. Susaeta aproveitou e, com o gol vazio, marcou!

22/2T – GOL DO BARCELONA!
Messi driblou quatro jogadores e bateu no canto de Iraizoz. Golaço!

24/2T – GOL DO BARCELONA!
Daniel Alves cruzou bola na cabeça de Messi, que apenas ajeitou para Alexis girar e bater para o gol. Iraizoz quase defendeu.

45/2T – GOL DO ATHLETIC BILBAO!
Adriano afastou mal cruzamento que veio da esquerda e Herrera, sozinho, bateu de primeira no canto de Valdés, adiando a festa do título do Barcelona.

Ficha técnica

ATHLETIC BILBAO 1X2 BARCELONA

 Escudo-Athletic Bilbao Athletic Bilbao
Gorka Iraizoz; Borja Ekiza, Mikel San José (Jonás Ramalho), Jon Aurtenetxe (Ibai Gómez); Andoni Iraola, Carlos Gupergi, Ander Herrera, Iker Muniain; Mirkel Susaeta, Aritz Aduriz (Fernando Llorente), Óscar De Marcos. Técnico: Marcelo Bielsa
Barcelona_escudo Barcelona
Victor Valdés; Daniel Alves, Gérard Piqué, Éric Abidal (Adriano), Jordi Alba; Xavi Hernández (Lionel Messi), Alex Song, Thiago Alcântara; Alexis Sánchez (Andrés Iniesta), Cesc Fàbregas, Pedro Rodríguez. Técnico: Tito Vilanova
Local: San Mamés, Bilbao (ESP)
Árbitro: Iglesias Villanueva (ESP)
Gols: Markel Susaeta (27/1T), Lionel Messi (22/2T), Alexis Sánchez (24/2T) e Ander Herrera (45/2T)
Cartões amarelos: Fàbregas 35/1T, Herrera 39/1T, Adriano 10/2T, Gurpegi 42/2T e De Marcos 48/2T
Cartões vermelhos: Nenhum

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo