Espanha

Del Bosque: “Jogar a Copa de 14 no santuário do futebol nos motiva”

Vicente Del Bosque afirmou que disputar a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, por si só, já é um estímulo para a Espanha buscar o bicampeonato. A Fúria alcançou um feito inédito no último domingo, ao se tornar a primeira seleção da história a conquistar dois torneios continentais e um mundial de forma consecutiva.

“Primeiro é preciso se classificar. Porque até parece que já estamos classificados ou que vai ser fácil conseguir isso. Seu há um país que motive aos jogadores é o Brasil, o berço do futebol, um santuário para jogar e defender o estilo e o título mundial conquistado na África do Sul. Isso pode nos servir para que não decaia o espírito competitivo e manter esta fome por seguir ganhando títulos, que caracteriza este grupo de jogadores”, afirmou, em entrevista ao jornal espanhol El País.

A Espanha está no Grupo I das eliminatórias, ao lado de França, Belarus, Geórgia e Finlândia. Apenas o líder da chave se classifica diretamente à Copa, enquanto o segundo colocado terá que disputar uma repescagem. A estreia da Fúria acontece 7 de setembro, fora de casa, contra a Geórgia.

Perguntado sobre a introdução de novos jogadores no elenco, Del Bosque afirmou que este deverá ser um processo gradual: “Não podemos fazer uma seleção para as partidas amistosas e outra para jogos oficiais. Será o dia a dia que nos mostrará quais posições precisam ser renovadas. Diante das decadências, é preciso estar atento aos emergentes. O caso de Jordi Alba é um exemplo claro”.

O treinador ainda apontou outros nomes que deverão ganhar espaço no elenco: “É preciso ir introduzindo jogadores que possam ajudar quando seja necessário. A lista com a qual trabalhamos é ampla. Aí está Beñat como exemplo, ou Muniain, ou qualquer outro que chamamos para a concentração na Áustria”.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo