EspanhaLa Liga

Com Messi armador e gol de fora da área, Barcelona mostra sua nova cara

O Barcelona passar pelo Levante com facilidade, goleando até, não é novidade nenhuma. Costuma ser assim, em boa parte dos casos. Neste domingo, o Barcelona fez 5 a 0 sem precisar de uma grande atuação, mas muito graças à atuação decisiva de seus jogadores e com novos recursos em relação ao time da temporada passada. Lionel Messi, artilheiro do time nas últimas temporadas, tornou-se mais assistente. Fez dois passes para gols, um deles de Neymar. Teve também gol de fora da área de Ivan Rakitic, de fora da área, algo não muito comum.

VEJA TAMBÉM: Lampard segue decidindo jogos importantes, agora contra o Chelsea

Luis Enrique tem um dos seus pilares nesse novo Barcelona no meio-campo Rakitic. Ele faz o papel que Fàbregas parece nunca ter conseguido fazer no time: um meio-campista que recompõe bem, marca e também dá velocidade ao time, algo que faltou na temporada 2013/14. No ataque, Messi  recua muito mais do que fez nos últimos ano para fazer o papel de armador e deixa Neymar enfiado muitas vezes no ataque. Foi assim que saiu o primeiro gol, em um passe longo de Messi para o brasileiro marcar. O placar poderia ser maior se Messi marcasse o pênalti marcado em cima dele, mas ele mandou para fora.

Veio o gol de Rakitic, em um chutaço de fora da área, dando uma característica que o Barcelona não tinha. O jogo estava controlado, com muito mais chances de gol para o Barcelona, que nem precisava acelerar muito o jogo. Tanto que Neymar acabou sendo substituído aos seis minutos do segundo tempo, depois de sentir dor em uma dividida. Para prevenir, o técnico colocou Sandro Ramírez no lugar.

E foi justamente Sandro que marcou. Depois de lançamento longo, Messi ajeitou para o atacante, que marcou 3 a 0. Aos 19, foi a vez de Pedro empurrar para as redes depois de uma boa jogada pela esquerda de Jordi Alba. Controlando o jogo, o Barcelona chegou ao quinto gol com Messi, que ainda não tinha marcado. Ele recebeu pelo meio, viu o goleiro sair do gol e tocou por cobertura.

O Barcelona ainda é o time da posse de bola, com 74%. Também é o time que faz muitos passes curtos. Só que o Barcelona é mais perigoso no ataque, mais incisivo com Neymar e Rakitic jogando bem. Foram 16 chutes a gol neste jogo, com sete chutes no alvo. O time continua tendo um jogador para controlar o jogo no meio-campo, mas não é mais Xavi. Agora é Rakitic, que fez 124 passes na partida. Embora toque muito na bola, Rakitic é mais afeito a lançamentos, chutes a gol e velocidade, diferente de Xavi. E com Messi recuando para também armar o jogo e deixando um jogador tão letal como Neymar avançado, o Barcelona ganha em força ofensiva. Algo que faltou na temporada passada.

Se há pontos positivos, há mais pontos negativos também. O Barcelona atual deixa espaços, permite que os adversários chutem mais a gol, e tem como um dos seus zagueiros o pouco confiável Mathieu. De qualquer forma, é um time que parece diferente sob o comando de Luis Enrique. Resta ver se o tempo confirmará essa mudança contra times mais fortes.

VOCÊ PODE SE INTERESSAR TAMBÉM:

– Jorge Jesus e José Mourinho brigam por causa de… Talisca

Relembre cinco jogos históricos da rivalidade centenário entre Brasil e Argentina

Leicester atropelou o United com virada espetacular e quatro gols em 20 minutos

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo