EspanhaLa Liga

Barcelona decidiu cedo seu 22º título do campeonato espanhol

Diga o que quiser, mas o Barcelona poderia ser considerado campeão espanhol antes mesmo do fim do primeiro turno. A confirmação só veio neste sábado, e com uma ironia curiosa. Os dois times que possuem mais rivalidade com o Barcelona, Espanyol e Real Madrid, empataram por 1 a 1. Com isso, a diferença dos merengues, vice-líderes, para os blaugranes ficou em sete pontos. Como o Real Madrid só tem mais dois jogos para fazer, não podem mais alcançar o Barça, mesmo que os catalães percam seus jogos restantes.

Todo ano a competição em La Liga fica (ficava e possivelmente ficará) restrita aos catalães e ao Real Madrid, de longe as grandes duas potências no país, o que não é novidade para ninguém. Nessa edição, o Atlético de Madrid até quis representar uma ameaça, mas o contraste de poder entre os colchoneros e os blaugranes foi grande demais, fazendo a esperança dos comandados de Diego Simeone cair por terra.

Se recuperando da metade para o fim do campeonato, o Real Madrid penou no início. Perdendo e empatando alguns confrontos logo na largada, o time de José Mourinho parecia estar em ebulição e jogou a toalha quando a distância para o Barcelona ficou grande demais. Vendo os seus adversários se estapearem e deixarem a principal ameaça para trás, o Barça foi fazendo a sua parte e com seis rodadas disputada, já estava folgado na liderança do campeonato. Assim ficou fácil para Messi e seus companheiros terem uma sequência tranquila, sem pressão, e ainda se dedicar mais à Liga dos Campeões, onde tiveram alguns tropeços contra Benfica e Celtic.

Em território espanhol, tudo ia muito bem, obrigado. Com muito pouco tempo se sabia que essa seria a temporada do Barcelona, que sem Pep Guardiola, precisaria se reinventar para bater o Real de Mourinho. Excetuando os confrontos diretos, sim, Tito Vilanova e seus pupilos conseguiram esse objetivo.

Eram 13 pontos de vantagem antes da 33ª rodada, uma vantagem que o Barça conseguiu ao longo de uma campanha tranquila, sem grandes oscilações e que premiou a regularidade e a competência do elenco que sabe bem o que precisa fazer para vencer cada um dos outros 19 times.

Tanta superioridade implicou num dado interessante: apenas na 20ª rodada, contra a Real Sociedad o Barça sofreu sua primeira derrota. Ironicamente, também foi o adversário de estreia, quando levou 5 a 1 no Camp Nou. Escolhemos cinco jogos-chave do título, a espinha dorsal dos resultados obtidos por Messi e seus colegas:

A goleada

Rodada 16: Barcelona 4-1 Atlético de Madrid (16/12/12) – Camp Nou
Não foi de fato a maior goleada do Barça na competição, mas sim a mais importante. Ainda tendo o Atlético no seu retrovisor, o líder jogou um futebol mortal no Camp Nou e passou por cima dos colchoneros. Messi (2x), Adriano e Busquets marcaram e a equipe blaugrana disparou na ponta da tabela.

O clássico

Rodada 7: Barcelona 2×2 Real Madrid (7/10/12) – Camp Nou
O Barcelona tinha a chance de complicar ainda mais os arquirrivais na competição. Atravessando uma péssima fase no início de La Liga, o Real foi até o Camp Nou e travou um duelo acirradíssimo com o seu principal adversário. O confronto viu Messi e Cristiano Ronaldo monopolizarem as ações, com dois gols cada. E um empate, para frustrar a torcida local.

A primeira vitória

Rodada 1: Barcelona 5×1 Real Sociedad – 19/08/12 – Camp Nou
Simples assim. Logo de cara, o Barça castigou a Real Sociedad e aplicou um sonoro 5 a 1 nos bascos. O show não podia ser de outro craque que não fosse Messi. Fazendo dois gols, o argentino teve a assistência de Puyol, Pedro e Villa na artilharia da noite em Barcelona.

A primeira derrota

Rodada 20: Real Sociedad 3×2 Barcelona – 19/01/13 – Anoeta
A vingança é um prato que se come frio. O Barcelona não só sofreu sua primeira derrota na competição, como ela veio justamente diante da Real Sociedad, goleada na abertura do primeiro turno. Não é de hoje que os bascos complicam a vida dos catalães, e para provar essa tese, a rapaziada surpreendeu os líderes e veio com um 3 a 2 no Anoeta. Pedro e Messi bem que tentaram evitar…

O jogão

Rodada 8: Deportivo 4×5 Barcelona – 20/10/12 – Riazor
Loucura, loucura, loucura, diria aquele apresentador do programa de sábado. Deportivo e Barcelona fizeram o jogo mais incrível do campeonato no Riazor. Enquanto todos esperavam uma sacolada em cima dos galegos, o time da casa se mostrou valente e não se rendeu perante a monstruosidade dos visitantes. A derrota veio com muito custo num placar de 5 a 4 para o Barça. Gols de Messi, Alba e Tello. Ah, sim, o argentino fez um triplete.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo