Espanha

Bale chegou, mas torcida do Real não quer perder Özil

Gareth Bale chegou ao Real Madrid cercado de pompa. Pudera, depois que os merengues desembolsaram € 100 milhões para convencer o Tottenham a liberar o galês. Porém, para a torcida madridista, a chegada do novo astro não significa a debandada de outros. Ao menos foi essa a manifestação ao presidente Florentino Pérez no Santiago Bernabéu.

Mesut Özil é o contraponto na chegada de Bale. O alemão até disse que gostaria de ficar, mas a oferta do Arsenal parece irrecusável – € 50 milhões, que sanaria parte do rombo nos cofres do Real e se transformaria na maior venda da história do clube. Ainda assim, a torcida se manifestou a favor do camisa 10. Gritos de “Özil não se vende” foram ouvidos durante o evento no qual Bale era a estrela.

Özil passou três temporadas em Madri. Coadjuvante de Cristiano Ronaldo, o armado teve um bom desempenho com a camisa branca, sendo o líder de assistências do clube neste período. Só deixou a desejar em momentos decisivos, como nas três semifinais da Liga dos Campeões nas quais os merengues caíram. De qualquer maneira, os torcedores parecem dispostos a passar por cima disso para ver um elenco totalmente estrelado – por mais que alguns astros fiquem encostados.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo