EspanhaLa Liga

Abriu, mas nem tanto

Dois tropeços, dois empates, e a diferença que era de dez caiu para seis. Mais que os quatro pontos, esses dois resultados ruins tiraram a aura de infalível do Real Madrid. E, de repente, a disputa pelo título espanhol está reaberta, com o Barcelona voltando à disputa após ele próprio aceitar que o vice era inevitável. Mas não se empolguem tanto, porque a situação ainda é mais confortável do que parece ao Real Madrid.

A tabela do Campeonato Espanhol dá corda para uma possível virada. O Barcelona tem obrigação de vencer o confronto direto, e ele é no Camp Nou. Além disso, o Real também tem pela frente Atlético de Madrid e Osasuna fora de casa, e ainda o Valencia no Santiago Bernabéu. Os jogos mais duros do Barça, tirando o clássico com os madridistas, são contra Levante (fora), Athletic e Espanyol (casa).

A questão é que a reta final de campeonato não deve ser observada isoladamente, sem considerar o que há em torno de cada partida. Veja o calendário de Barcelona e Real Madrid até o final da temporada (em asterisco, jogo cujas datas podem avançar ou recuar um dia; sublinhado, partidas ainda incertas).

BARCELONA

28/3 – Milan (fora, LC)
31/3 – Athletic (casa, Liga)
3/4 – Milan (c, LC)
7/4 – Zaragoza (f, Liga)
10/4 – Getafe (c, Liga)
14/4 – Levante (f, Liga)
18/4 – Benfica ou Chelsea (f, LC)
21/4 – Real Madrid (c, Liga)
24/4 – Benfica ou Chelsea (c, LC)
28/4* – Rayo Vallecano (f, Liga)
5/5* – Espanyol (c, Liga)
12/5* – Betis (f, Liga)
19/5 – Real, Bayern, Olympique ou Apoel (neutro, LC)
24/5 – Athletic (n, Copa do Rei)

REAL MADRID

27/3 – Apoel (fora, LC)
1/4 – Osasuna (fora, Liga)
4/4 – Apoel (c, LC)
8/4 – Valencia (c, Liga)
11/4 – Atlético de Madrid (f, Liga)
14/4 – Sporting de Gijón (c, Liga)
17/4 – Bayern de Munique ou Olympique de Marseille (f, LC)
21/4 – Barcelona (f, Liga)
25/4 – Bayern de Munique ou Olympique de Marseille (c, LC)
28/4* – Sevilla (c, Liga)
5/5* – Granada (f, Liga)
12/5* – Mallorca (c, Liga)
19/5 – Barcelona, Milan, Benfica ou Chelsea (neutro, LC)

É inevitável perceber a influência que os dois próximos meios de semana terão no futuro próximo do campeonato. O Real Madrid enfrenta o Apoel e, por mais que José Mourinho faça discurso de “respeitar o adversário” e evoque as dificuldades que sua Internazionale teve com o Anorthosis Famagusta há três temporadas, a possibilidade de vencer com folga em Nicósia e poder poupar o time na semana que vem é viável. O Barcelona, qualquer que seja o placar no San Siro, não poderá fazer o mesmo contra o Milan.

Sem o eventual desgaste da Liga dos Campeões, o Real pode se concentrar nas partidas contra Osasuna, Valencia e Atlético. Vencendo esses três próximos jogos, a tabela merengue se abre. Mesmo o confronto direto, que tem peso enorme na disputa, pode ser facilitado. O jogo está marcado entre duas partidas pelas semifinais da Liga dos Campeões. Ainda que o Real possa enfrentar o Bayern de Munique (mais difícil que pegar Benfica ou Chelsea), ele joga com a vantagem. Pode especular com o empate ou apenas evitar desgastes desnecessários.

Os empates contra Málaga e Villarreal ajudaram a animar um pouco mais o campeonato, mas o Real Madrid ainda tem uma vantagem muito folgada para uma competição em que os dois gigantes praticamente não tropeçam. O Barcelona até cresceu o olho para o título nacional, mas deve saber que precisa mesmo é se concentrar na Liga dos Campeões. Ainda é o título mais viável.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo