O anúncio de Andrea Pirlo como novo treinador da Juventus, apenas poucas horas após a demissão de Maurizio Sarri, surpreendeu muita gente. Ainda é uma incógnita o impacto que o antigo maestro causará sobre a equipe, quando o planejamento inicial era de que ele começasse a sua carreira de treinador na Juve Sub-23. De qualquer maneira, Pirlo tem o apoio de antigos companheiros. Alessandro Del Piero declarou que acredita no sucesso do amigo, por mais que não negue as etapas queimadas.

“Para ser sincero, não apostaria que Pirlo se tornaria o treinador. É uma surpresa para mim também. Já estava contente por vê-lo assumindo o time sub-23 e pensei que era a escolha certa para ele. Mas Andrea pulou essa etapa, então só posso desejar sorte a ele”, avaliou Del Piero, em entrevista à Sky Sports.

Para Del Piero, Pirlo se insere em uma nova concepção sobre a capacidade de ex-jogadores renomados assumirem imediatamente a prancheta no primeiro escalão: “Acho que a percepção geral sobre os ex-jogadores que se tornam treinadores está mudando na Itália. Antes, havia essa necessidade de passar por um longo processo nas divisões inferiores, para aprender o ofício, mas nos últimos anos vimos Filippo e Simone Inzaghi terem sucesso, além de Gennaro Gattuso. Foram grandes jogadores e começaram imediatamente com grandes equipes”.

Além disso, o veterano prefere distanciar do exemplo de Zinedine Zidane, pela experiência prévia do francês no Real Madrid antes de chegar ao primeiro time. Mesmo assim, acredita que Pirlo terá o caminho facilitado por sua vivência na Juve: “Não é uma comparação justa, porque Zizou já tinha trabalhado com o Real Madrid Castilla e depois foi assistente de Carlo Ancelotti, mas Pirlo tem tudo para ser ainda melhor do que Zidane. Ele já conhece o clube, os jogadores e os diretores. Então, acho que podem se comunicar de uma maneira muito clara”.

Pirlo e Del Piero foram companheiros por anos na seleção italiana, campeões do mundo em 2006. Além disso, o volante compartilhou os vestiários da Juventus nos últimos meses de carreira da lenda. Juntos, foram campeões da Serie A em 2011/12, no Scudetto que iniciou a atual série de nove títulos seguidos dos bianconeri. Outros companheiros de longa data, como Gianluigi Buffon e Giorgio Chiellini, também deverão ser instrumentais neste ambiente.