Mesmo com todas as críticas recebidas neste início de temporada, o Real Madrid conseguiu se isolar na liderança do Campeonato Espanhol. Os merengues chegaram aos 14 pontos nesta quarta-feira, ao cumprirem o seu papel dentro do Estádio Santiago Bernabéu. E se o duelo contra o Osasuna não oferecia muitos riscos ao time de Zinedine Zidane, ao menos ele serviu para os garotos do elenco apresentarem seu melhor ao treinador. Zizou abriu mão da maioria de seus astros e os novatos brilharam. Vinícius Júnior marcou um golaço que o levou às lágrimas e Rodrygo anotou seu primeiro tento pelo clube, logo após deixar o banco, enquanto Éder Militão ainda foi eleito o melhor em campo. Festa da nova geração no triunfo por 2 a 0, às vésperas do clássico contra o Atlético de Madrid.

Sergio Ramos, Casemiro e Toni Kroos eram os únicos medalhões na escalação do Real Madrid. Zidane deu um descanso aos seus demais homens de confiança e colocou a garotada para jogar. Enquanto Luka Jovic aparecia no comando de ataque, Vinícius Júnior e Lucas Vázquez eram as alternativas pelas pontas. Militão também ganhou nova oportunidade no miolo da zaga, após estrear como titular contra o PSG. Já no gol, Alphonse Aréola pôde realizar sua estreia.

Não parecia um começo de jogo promissor ao Real Madrid, que demorou a entrar em sintonia e teve dificuldades para criar contra a defesa do Osasuna, que saía para pressionar a saída de bola. Os merengues só começaram a criar por volta dos 20 minutos, e o primeiro tento quase saiu numa trapalhada tremenda. O goleiro Rubén fez milagre para evitar o gol contra de Raúl Navas, enquanto Jovic desperdiçou o rebote com a meta aberta. Pouco depois, Kroos soltou uma bomba de fora da área que seguiu por cima do travessão. Faltava mais intensidade.

O próprio Vinícius Júnior não vivia das jornadas mais inspiradas. O ponta aparecia no apoio pelo lado esquerdo e dava trabalho aos marcadores com seus dribles, mas tinha dificuldades na conclusão das jogadas. Quando a torcida já indicava certa impaciência, a insistência deu frutos e, aos 36, Vinícius seria premiado com um golaço. O ponta recebeu no lado esquerdo da defesa, ajeitou e arriscou o chute de fora da área. A bola deu uma triscada no pé do defensor e ajudou ainda mais o belo arremate do brasileiro, que seguiu à gaveta. Em um momento de provação em Madri, no qual não goza de tanto moral com Zidane, Vinícius não escondeu a emoção por seu primeiro gol desde a lesão que sofreu em março e foi às lágrimas durante a comemoração. Acabou bastante festejado pelos companheiros.

Vinícius Júnior quase assinalou o segundo antes do intervalo, em chute que seguiu com perigo para fora. Com o controle da situação, o Real Madrid voltou mais solto para a etapa complementar. Durante os minutos iniciais, Jovic parecia propenso a ampliar. Primeiro, perdeu uma chance imensa diante do goleiro, quando dominou e bateu por cima. Já aos 13, o sérvio até conseguiu balançar as redes, mas o VAR flagrou um impedimento de pouquíssimos centímetros após o passe de Lucas Vázquez. Não foi dessa vez que o atacante inaugurou sua contagem pelo clube.

Bem maior foi a estrela de Rodrygo. O atacante vinha para a sua primeira partida oficial com a equipe principal do Real Madrid, ao substituir Vinícius Júnior. Precisou de menos de dois minutos para balançar as redes e confirmar a vitória, aos 27. O jovem recebeu um excelente lançamento de Casemiro e arrancou pelo lado esquerdo. Encarou a marcação e, depois de fintar o adversário dentro da área, encontrou a brecha para tirar do goleiro. Estrela enorme para justificar uma sequência no time de cima, quando ainda frequenta o Castilla.

Rodrygo até estava disposto a ampliar sua contagem nos minutos finais. Partiu para cima da defesa e mostrou personalidade, quase anotando o segundo após cobrança de escanteio. Enquanto isso, quem se sobressaía atrás era Éder Militão. O zagueiro teve uma atuação bastante segura, sólido nos combates contra o ataque do Osasuna. Já na reta final, um de seus cortes mereceu os aplausos no Bernabéu. Terminou eleito o melhor em campo pela própria transmissão oficial do Campeonato Espanhol.

Zidane é um treinador com suas crenças – e com suas teimosias. Ao longo dos últimos meses, o comandante não se mostrou muito favorável a abrir mão de seus medalhões. Por isso mesmo, foi tão importante aos garotos arrebentarem. Deram uma energia ao time que não se nota em muitos veteranos. Enquanto Vinícius Júnior abriu o caminho à vitória e chamou a responsabilidade, apesar dos erros, Rodrygo teve minutos empolgantes. Podem ser não apenas o futuro dos merengues, mas já o presente, se assim Zizou confiar.

O Real Madrid fecha a rodada na liderança. Com o tropeço do Athletic Bilbao contra o Leganés, a equipe se isola no topo da tabela, somando 14 pontos. Seu principal perseguidor é justamente o Atlético de Madrid, que se recuperou após duas rodadas em branco e chegou aos 13 pontos. Bela prévia ao clássico marcado para o próximo sábado, no Estádio Wanda Metropolitano. A liderança será o prêmio na mira dos rivais.

Classificações Sofascore Resultados