América do SulEliminatórias da Copa

Equador garante vaga na Copa do Mundo mesmo com derrota diante do Paraguai

Com campanha consistente nas Eliminatórias, o Equador consegue a vaga pela derrota do Peru para o Uruguai e estará no Catar

O Equador está classificado para a Copa do Mundo no Catar. Mesmo com uma derrota por 3 a 1 para o Paraguai em Assunção, La Tri se garantiu graças à derrota do Peru para o Uruguai em Montevidéu. Assim, não pode mais ser alcançado pelos peruanos, que disputam com a Colômbia a quinta posição, que dá direito à repescagem. Será a quarta Copa do Mundo do Equador, que já jogou em 2002, 2006 e 2014 e voltará em 2022.

Logo no começo do jogo, o Paraguai marcou 1 a 0. Em uma bola dividida, Félix Torres perdeu a bola, Julio Enciso ficou com a bola e rolou para Robert Morales, que finalizou com categoria para marcar 1 a 0. Pouco depois, Morales, autor do gol, sentiu lesão e acabou substituído por Ángel Romero.

Aos 35 minutos, Miguel Almirón fez uma falta raspando o seu pé na perna do adversário, um lance que o VAR chamou para revisão. A revisão se atrapalhou, mostrou diversas imagens perdidas, e, no fim, o árbitro decidiu manter sua decisão de campo, que foi o cartão amarelo. No final do primeiro tempo, um lance terrível. Piero Hincapié recuou a bola para o goleiro, mas foi muito forte e, com o campo molhado, marcou um golaço contra: 2 a 0.

No começo do segundo tempo, o Paraguai ampliou o placar. Em falha da defesa, Richard Sánchez acionou Miguel Almirón, que marcou 3 a 0, aos nove minutos. O jogo então perdeu ritmo, mas voltou a ter movimentação aos 38 minutos. Pênalti marcado para o Equador e Jordy Caicedo marcou: 3 a 1. Foi o placar final da partida.

A derrota poderia ter causado problemas, mas graças à vitória do Uruguai por 1 a 0 sobre o Peru, em outro jogo, o Equador conseguiu se classificar em terceiro lugar, com 25 pontos. O quinto colocado, Peru, tem 21 e não pode mais alcançar El Tri. O Uruguai, também com 25, é outra seleção classificada. Peru e Colômbia disputam a quinta colocação e a vaga na repescagem.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo