Brasil

Para a surpresa de ninguém, V-Varen Nagasaki vai à Fifa contra o Santos por conta de Carille

V-Varen e Santos travam uma disputa pelo técnico Fábio Carille, que foi anunciado pelo Peixe no final de 2023

Assim como esperado o V-Varen Nagasaki acionou, nesta sexta-feira (19), o Santos na Fifa por conta da contratação do técnico Fábio Carille. Na semana passada, após alguns dias de reuniões, o Peixe decidiu registrar o treinador da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para tê-lo à disposição na estreia da Campeonato Paulista, sábado (20), às 18 horas (horário de Brasília), contra o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Por meio de mais um comunicado oficial, o clube japonês informa que acionou a principal entidade do futebol mundial para tratar da saída do técnico e dos seus três auxiliares.

– De 20 de dezembro de 2023 (quarta-feira) até o presente, solicitamos repetidamente ao Santos que atenda aos procedimentos formais de contratação do técnico Fábio Carille e os seus assistentes visando uma resolução amigável. Mesmo após a liberação do nosso clube, no sábado, 13 de janeiro, temos solicitado ao Santos uma resposta sincera e uma resolução amigável, mas ainda não recebemos uma resposta clara e nenhuma carta oficial foi recebida. Portanto, determinamos que não será possível para as partes resolver o assunto, mesmo que as discussões continuem – publicou o V-Varen.

– Portanto, para o bem do futuro do V-Varen Nagasaki e do futebol japonês, decidimos apresentar formalmente uma queixa à Federação Internacional das Associações de Futebol (FIFA). Apresentaremos relatórios sobre desenvolvimentos futuros à medida que ocorrerem – acrescentou o clube japonês.

Santos entende que Carille estava livre

Sob a justificativa de que Carille estava livre no mercado desde o dia 1º de janeiro, o Santos ignorou as cobranças do V-Varen e o registrou na CBF como o seu novo comandante. Por meio de um comunicado publicado em seu site oficial, o Peixe informou que encerrou “oficialmente conversas com o time japonês” com quem vinha negociando uma liberação amigável.

Ainda de acordo com a nota do Santos, “eventuais demandas serão avaliadas e debatidas no momento oportuno e nos foros competentes”. Tal postura, na oportunidades, é um recado aos japoneses de que o clube já estava disposto a brigar pela contratação de Carille na Justiça se for necessário.

V-Varen cobra o Santos publicamente por Carille

Santos e V-Varen travam uma disputa pelo treinador desde o final do mês passado, quando o Peixe anunciou a sua contratação. Na oportunidade, o clube japonês emitiu um comunicado oficial, no dia 20 de dezembro, alegando que estava surpreso com a ida de Carille para o Peixe, pois não havia sido procurado em nenhum momento pelo time da Vila Belmiro, tampouco recebido o pagamento de multa de US$ 1,5 milhão (R$ 7,3 milhões).

O Santos, por sua vez, nas palavras do presidente Marcelo Teixeira, afirmou, em entrevista coletiva, que o acerto com o treinador estava resolvido e a questão da multa rescisória “superada”.

V-Varen pode processar Carille na justiça japonesa

Além da ação na Fifa, o V-Varen pode processar Carille na Justiça japonesa. O contrato firmado entre o treinador e o clube japonês prevê que toda e qualquer disputa trabalhista entre eles será resolvida na Justiça do país. Neste caso, se não receber a indenização, o V-Varen Nagasaki pode cobrar o treinador judicialmente no Japão pela rescisão antecipada sem o devido pagamento.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo