BrasilFutebol feminino

Será que Marta ficou feliz ao descobrir que está entre as finalistas do prêmio da Fifa?

Apesar de estar muito acostumada à sensação, Marta explodiu de alegria quando descobriu que, pela 13ª vez na sua carreira, está entre as finalistas do prêmio de melhor jogadora do mundo entregue pela Fifa. A mini-lista foi divulgada nesta segunda-feira. A brasileira do Orlando Pride disputa com a norueguesa Ada Hegerberg e a alemã Dzsenifer Marozsán, ambas do Lyon.

LEIA MAIS: The Best 2018 tem Modric, Ronaldo e Salah como finalistas no masculino

O vídeo foi publicado pelo clube que Marta atualmente defende e pelo qual marcou 13 vezes e deu seis assistências, ajudando-o a chegar aos playoffs da National Women’s Soccer League do ano passado. A craque fica de boca aberta, fala um punhado de palavrão, olha fixamente para a tela do computador e ainda arrisca um sambinha.

Desde que foi finalista pela primeira vez, em 2004, Marta passou apenas dois anos fora das três primeiras: 2015 e 2017. Ela venceu cinco vezes – consecutivas, inclusive: 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010. Além dela, apenas três mulheres conquistaram o prêmio mais de uma vez. Birgit Prinz (2003, 2004 e 2005), Mia Hamm (2001 e 2002) e Carli Lloyd (2015 e 2016).

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo