Brasil

São Paulo ganha o jogo e Casemiro. Corinthians pode aprender com a derrota

Os reservas do São Paulo dominaram um Corinthians desconcentrado e venceram o último clássico do ano por 3 a 1. O juiz errou ao anular o que seria o gol de empate do time de Tite, quando o São Paulo vencia por 2 a 1.

O São Paulo não tinha nada a perder. Os titulares, que enfrentarão o Tigre na quarta-feira estavam em casa. Nem sei se viram o jogo. Descansaram, ninguém se machucou e tudo o que poderia acontecer de ruim foi evitado.

Além disso, houve um ganho colateral. Casemiro mostrou a cara. Jogou bem, jogou duro, mostrou personalidade e vontade de reagir. Parece interessado em salvar a carreira. Pode ser em outro lugar, o que seria bom só para ele. Pode ser no São Paulo, o que seria ótimo para os dois.

Houve ainda o lindo passe de Ganso para o primeiro gol, de Douglas Houve ainda o passe de Ganso para o lindo gol de Maicon. E a assistência da dupla Wilian José-Wallace para o terceiro gol. Houve a linda defesa de Denis e a boa presença de Cañete. A lamentar, o frango de Denis – anulado – e mais uma bobagem de João Filipe. Até quando?

Quanto ao Corinthians, não havia sentido em jogar com o time titular. A contusão de Guerrero – e se fosse mais grave? – comprova isso. Mas, se foram escalados, não tinham o direito de tratar a torcida com um futebolzinho tão fraco.

Tite aproveitou para dar sua aula de autoajuda após o jogo. Disse que essa derrota foi o início da primeira vitória no Mundial. Contra o Al Ahly, de Abutrica? Precisa disso?

E Tite, que considera Neymar um mau exemplo para a juventude, o que achou do pontapé de Jorge Henrique em Casemiro?

Para o Corinthians, a derrota tem de acabar com o final do jogo. Há muito em jogo e o time já demonstrou que é vencedor. Pode passar pelo Al Ahly e pelo Chelsea. É só jogar como no primeiro semestre.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo