BrasilCampeonato Brasileiro

Revelação, Gabriel confia em empresário para se firmar

Gabriel é bem claro ao falar sobre a sua carreira. O seu momento é hoje. Com origem na várzea, o jogador evita comentar o futuro. Uma das revelações do último Brasileirão, o meia do Bahia possui contrato até 2015 e uma multa que beira os R$ 20 milhões. Com o nome em alta no mercado, ele tem o seu destino ligado a clubes como Atlético Mineiro, Inter e Corinthians. Mas gostaria mesmo é de seguir em Salvador. Pelo menos por mais um ano.

Em conversa com o blogueiro ainda em dezembro, antes da cirurgia que realizou no nariz para corrigir um desvio do septo nasal, Gabriel não se mostrou preocupado com a possibilidade de perder a chance de uma possível transferência e ficar pelo caminho. Confiante em seu futebol, admitiu acreditar que a parceria com o empresário Carlos Leite, que adquiriu 30% de seus direitos econômicos, possa render frutos mais adiante. Não agora. Mais uma vez. O meia-atacante vê o seu presente no Bahia e aposta em crescer ainda mais em 2013.

Você foi uma das revelações do Brasileiro. É possível chegar à Seleção jogando pelo Bahia?

Não posso negar que seja mais complicado , mas nada é impossível. O Bahia é um time grande, que vem crescendo a cada temporada, mas em relação a Seleção, não acho que eu mereça ainda, não. Sonho com isso, como é o sonho de todo jogador, mas vamos com calma, um degrau de cada vez.

Você acredita que mais uma temporada no Bahia seria bom para o seu futebol?

Penso e vivo cada dia por vez e acho que mais uma temporada no Bahia seria bom para minha carreira, pois é um clube onde me sinto à vontade, além do que posso contar com o apoio e convivência com a minha família. Tenho contrato até 2015 e farei o que for melhor para mim e para o Bahia.

O Ávine teve um momento semelhante ao seu, esteve perto de deixar o clube, acabou ficando e hoje enfrenta problemas físicos. Você teme perder o bonde da transferência?

Eu vivo a minha história e tenho que ser otimista. O pensamento é sempre melhorar em minha carreira, conquistar caminhos com o meu esforço e o meu futebol.

Como a parceria com Carlos Leite pode ajudá-lo no futuro?

O Carlos sabe o que faz e representa grandes jogadores. Então, essa parceria é muito boa para mim. Eles já me ajudam e acredito que só vão colaborar no meu objetivo de me firmar no futebol.

Em caso de transferência, você tem preferência por algum clube?

Como disse, eu vivo um dia de cada vez e não tenho pensado nisso.

Acredita que a sua temporada serviu para mostrar ao Bahia que o caminho é a aposta na base?

Os times brasileiros estão olhando cada vez mais para as divisões de base, que têm muito jogadores bons, com futuro. Mas é preciso ter calma e colocar o atleta em um momento bom, para o tiro não acabar saindo pela culatra.

Mostrar mais

Ubiratan Leal

Ubiratan Leal formou-se em jornalismo na PUC-SP. Está na Trivela desde 2005, passando por reportagem e edição em site e revista, pelas colunas de América Latina, Espanha, Brasil e Inglaterra. Atualmente, comenta futebol e beisebol na ESPN e é comandante-em-chefe do site Balipodo.com.br. Cria teorias complexas para tudo (até como ajeitar a feijoada no prato) é mais que lazer, é quase obsessão. Azar dos outros, que precisam aguentar e, agora, dos leitores da Trivela, que terão de lê-las.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo