Brasil

Reforço inesperado do Grêmio não tem lesão e ganha outra ótima notícia

Após dar primeira assistência pelo Grêmio, Mayk foi substituído no segundo tempo vitória sobre o Brasil de Pelotas, mas não teve lesão constatada e seguirá como titular na ausência de Reinaldo

A carreira de Mayk teve uma guinada impressionante em um curto intervalo de tempo. No início de fevereiro, o lateral esquerdo de 24 anos disputava o Campeonato Paulista pelo Guarani, time da Série B do Campeonato Brasileiro. Um mês depois, recebe sequência como titular do Grêmio, que se prepara para a disputa da Libertadores.

O próprio Mayk admitiu que não imaginava que essa oportunidade viesse tão cedo após ser contratado pelo Tricolor Gaúcho, no dia 15 de fevereiro. O que acelerou o processo foi a dupla lesão ligamentar no joelho direito de Reinaldo, sofrida na goleada sobre o Guarany, no dia 2 de março, pela última rodada da fase classificatória do Campeonato Gaúcho.

— Não esperava. Mas vinha treinando muito bem, professor Renato falando bastante comigo. É uma infelicidade o que aconteceu com o Reinaldo. Espero que ele volte quanto antes, que a recuperação dele seja a mais rápida possível. É um cara que ajuda bastante, ótimo no dia a dia. E aproveitar agora essa oportunidade que estou tendo para ajudar bastante a equipe — comentou Mayk à reportagem da Trivela na zona mista da Arena do Grêmio.

Mais defensivo que Reinaldo, Mayk teve posicionamento diferente do companheiro

Após entrar no lugar do companheiro lesionado no segundo tempo do jogo contra o Guarany, Mayk foi titular na vitória do Grêmio sobre o Brasil de Pelotas, no último domingo (10), pelas quartas de final do Gauchão. Apesar de ser mais defensivo em comparação com Reinaldo, o novo titular da lateral esquerda tricolor deu sua primeira assistência pelo clube no golaço marcado por Cristaldo.

— Essa questão de ser mais defensivo é um perfil que eu tenho, já não é de agora, de outros clubes que passei também. Alguns clubes que passei me pediam para ser mais defensivo. Prefiro ficar mais ali, mas gosto de atacar bastante, ajudar também na parte ofensiva. Hoje ajudei com a assistência, graças a Deus, e acredito que a gente vai desempenhar muito mais isso — comemorou Mayk.

Justamente por ter outras características, Mayk se posicionou de maneira diferente do que habitualmente acontece com Reinaldo quando este está em campo. Ao invés de atacar o corredor e ir à linha de fundo, se posicionou por dentro em alguns momentos, e mais preso, próximo aos zagueiros, o que liberou tanto Gustavo Nunes, no seu lado, quanto João Pedro, na direita. Segundo o lateral esquerdo gremista, foi um pedido do técnico Renato Portaluppi.

— A gente treinou algumas coisas. Ele no primeiro tempo estava me orientando, me orientou bastante para jogar por dentro ali, deixar o Gustavinho mais aberto, que o um contra um dele é ótimo. [Agora é] Ouvir ele bastante durante a semana — explicou Mayk.

Substituído no segundo tempo do jogo contra o Brasil, Mayk não teve lesão constatada

O lateral foi substituído aos 31 minutos do segundo tempo do jogo contra o Brasil, após cair no gramado sentindo dores. Conforme o próprio jogador, em entrevista no último domingo (10), nada grave.

— Teve um lance ali, próximo à minha substituição, abri um pouco demais a perna ali, deu um ‘aviso’, mas acredito que mais cansaço. Não vinha com muito ritmo de campo, poucos jogos agora. Mas acredito que não seja nada — projetou.

De fato, não era. Os exames realizados na segunda-feira (11) não detectaram lesão. Com isso, Mayk terá sequência como titular do Grêmio na semifinal do Campeonato Gaúcho, contra o Caxias. O primeiro jogo será no Centenário, no próximo sábado (16), às 16h30.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo