Brasil

Tendência é Palmeiras encerrar a temporada sem resolver duas pendências em andamento

Palmeiras tem chances de terminar o ano de 2023 sem anunciar mais nenhum reforço para a equipe

O Palmeiras deve encerrar 2023 sem resolver duas importantes pendências de seu planejamento: as contratações do lateral/ atacante Caio Paulista e do volante Caio Alexandre.

Segundo fontes ouvidas pela Trivela, a tendência é que as duas negociações adentrem 2024 sem resoluções definitivas.

Caio, atleta do Fluminense, emprestado ao São Paulo em 2023, conversa com o clube alviverde desde que seu empresário, Eduardo Uram, ficou desgostoso com a tentativa tricolor de incluir jogadores  numa negociação que deveria envolver apenas dinheiro.

Já Caio Alexandre vê seu atual clube Fortaleza e o Palmeiras conversarem há bastante tempo sobre sua transferência. Entre o bicampeão brasileiro e o jogador, aliás, já está tudo certo em ternos contratuais e salariais.

Mas segundo Alex Santiago, presidente do Leão do Pici, o Verdão ainda não fez qualquer proposta oficial pelo meia. Foi o que ele garantiu em uma entrevista à TV Diário, retransmissora da TV Globo no Ceará, concedida na quarta-feira (27).

– Até esse momento nós não recebemos nenhuma proposta oficial pelo Caio Alexandre – garantiu o dirigente, empossado em 15 de dezembro.

Aval de Abel

A contratação de Caio Paulista não foi apenas uma oportunidade de mercado. Foi uma contratação pensada pela comissão técnica levando em conta as características do jogador e as maneiras como ele pode se encaixar no time.

Afinal, por ter surgido como atacante, mas ter se adaptado muito bem à função de lateral, pelas mãos de Fernando Diniz, no Fluminense, Caio pode suprir dois papéis no time do técnico Abel Ferreira.

Caio pode ser uma espécie de Mayke do lado oposto, mas pode também ajudar a tapar a lacuna que a iminente saída de Artur, para o Zenit, pode abrir no elenco.

Com sua chegada, o Palmeiras entende estar trazendo tanto um lateral como um ponta-direita com pé invertido.

Rapidez na transição

Caio Alexandre joga como primeiro e segundo volantes. Muitas vezes, ele baixa para fazer a construção de jogo como um camisa 5, e até mesmo como um zagueiro age nesta etapa da partida, formando tripé com os dois beques.

Quando não está na linha de três, Caio Alexandre pode tanto ser o volante que vem buscar a bola e dar dinamismo ao meio-campo, quanto o segundo volante que recebe a bola já cruzando a linha central do campo.

Caio tem boa visão de jogo e uma bola longa bastante precisa, com índice de acerto superior a 60%, de acordo com dados do FootStats. Na chegada ao ataque, Caio Alexandre costuma jogar mais solto para flutuar e pisar na área, como se diz no jargão. Outra característica visível é que ele tem facilidade para bater na bola com os dois pés.

Projetando sua presença no Palmeiras, Caio tem um estilo de jogo semelhante ao de Zé Rafael, mas um pouco mais rápido, por conta de sua compleição física: o jogador do Fortaleza é mais leve que o Trem do Palmeiras.

Se de fato vier para o Verdão, além de Zé Rafael, Caio vai disputar espaço com o recém-contrado Aníbal Moreno, com Richard Ríos, que terminou o ano em alta, e com Gabriel Menino, que se recupera de cirurgia – Atuesta deve ser emprestado na próxima temporada.

Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023
Botão Voltar ao topo