Brasil

Palmeiras chamou atenção de Endrick após papo sobre contrato de namoro

Pessoas do Palmeiras conversaram com o jogador após sua ida ao podcast 'Pod Delas'

A fala de Abel Ferreira sobre Endrick, 17, na entrevista coletiva, após a derrota para o Internacional, na quarta-feira (17) não foi à toa:

— Espero que não se perca com o extra futebol, é um conselho. Que se foque. Se quiser chegar a outros patamares, tem que estar focado no que é essencial — disse o português, indagado sobre o seu camisa 9.

A Trivela apurou com fontes do Palmeiras que causou certo desconforto no clube a entrevista concedida pelo jogador ao podcast “Pod Delas”, na sexta-feira da semana passada (12).

Pessoas do clube conversaram com Endrick sobre a questão. O tom da conversa não foi de reprimenda, mas de aconselhamento quanto ao tipo de exposição que ele deve querer ter nesta altura de sua carreira. Em julho, como se sabe, Endrick completa 18 anos e se transfere ao Real Madrid.

Endrick tem um comportamento exemplar, é sempre muito focado e ultraprofissional e cuidadoso com sua carreira. Mas pode-se dizer que houve nessa entrevista um pequeno desvio da rota no que é habitual ao trato dele com sua imagem.

Contrato de namoro

Endrick, que não costuma ir a atrações do tipo, esteve no programa comandado por Tata Estaniecki Cocielo e Bruna (Boo) Unzuetta, acompanhado da namorada Gabrielly Miranda, 21.

Foi a primeira vez que o jogador e sua namorada concederam uma entrevista juntos. Como é comum em grandes podcasts de entretenimentos, a presença de ambos na atração estava atrelada a uma ação publicitária envolvendo uma das marcas da qual Endrick é embaixador.

Durante mais de duas horas, o casal falou sobre diversos aspectos de suas vidas. Mas o ponto que causou mais estranhamento foi a revelação de que o duo possui um “contrato de namoro”, concebido pela namorada do atleta.

Não se trata de um documento de verdade, vale frisar. Mas sim de uma espécie norma de conduta redigida por Gabrielly — meio em tom de brincadeira, meio em tom de realidade.

No contrato, estão estipulados, por exemplos, termos que não podem ser usados em conversas deles, tais como “uhum”, “beleza”, entre outros. O acordo também estipula que eles não podem desenvolver vícios ou “mudanças drásticas” de comportamento.

A multa por descumprimento deve ser paga em forma de presentes. Endrick revelou que ganhou um fone da Apple de Gabrielly por conta do descumprimento de uma cláusula.

Gestão e substituto

No campo, o Palmeiras não tem nada a reclamar quanto ao desempenho do jogador. Contra o Inter, o camisa 9 foi o melhor jogador do Palmeiras , criando as principais jogadas de perigo.

Reprimenda à parte, o jogador não dá a menor mostra de estar desconcentrado. Muito ao contrário, parece claro que Endrick está tratando seus últimos dias no Palmeiras com respeito e dedicação. E sua saída é um problema que o clube ainda estuda como resolver.

— A gestão que temos que pensar é quem vai substituir o Endrick quando ele sair. Vai ser difícil, não há milagres. Para substituir, é preciso pagar uns 40 ou 50 milhões (de euros), foi quanto ele custou.

Um dos nomes que vêm sendo cotados para o lugar do jogador é Gabigol, do Flamengo, que cumpre suspensão por ter dificultado a coleta de um exame antidoping periódico no ano passado.

— Se eu gostaria de ter no elenco? Bela pergunta. Ele não é nosso, é do Flamengo. Entendo a pergunta, mas só falo dos nossos jogadores — disse Abel, quando indagado se gostaria de ter o atleta no Palmeiras.

A Trivela apurou que uma possível chegada de Gabigol tem a benção de Abel. Curiosamente, há poucos atletas no Brasil mais notórios pelo “extra futebol” que o camisa 10 da Gávea.

Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo