Brasil

Notícias sobre retorno de Gerson animam o Flamengo

Fora por conta de uma cirurgia nos rins, Gerson iniciou os trabalhos no Ninho do Urubu, embora Flamengo ainda mantenha cautela

O Flamengo ganhou uma excelente notícia nesta semana, com a volta oficial de Gerson à rotina no Ninho do Urubu. O volante, capitão do time de Tite, trabalha a passos largos para retornar aos gramados o mais rápido possível e conta com toda a estrutura do clube para tal. O Rubro-Negro, por sua vez, na figura do chefe do seu departamento de futebol, prefere a cautela.

A Trivela já havia antecipado, anteriormente, que Gerson estava acompanhando os companheiros de elenco no Centro de Treinamento, mesmo que não pudesse vestir a camisa. Agora, o momento é outro, de passos fundamentais para que ele volte. O trabalho está só começando.

Evolução e constância

A quarta-feira (27) foi muito especial para Gerson. Quase um mês depois da realização da cirurgia para corrigir uma hidronefrose nos rins, ocasionada por uma infecção urinária, o volante voltou aos gramados do Ninho do Urubu. Ainda que tenha apenas dado voltas nos campos, sem correr, o momento foi de celebração para o Flamengo.

O retorno gradual aos treinos faz parte da terceira fase da recuperação. Gerson já havia retirado os pontos da cirurgia há duas semanas e, sete dias depois, completou mais um com a retirada do cateter. É importante frisar que o volante ainda precisará dar, pelo menos, outros dois passos para retornar aos gramados com tranquilidade na parte física.

O Ninho nunca deixou de ser rotina

Apesar da cirurgia, Gerson ficou pouquíssimo tempo afastado do Flamengo. Antes mesmo de retirar os pontos, o Coringa esteve no Ninho do Urubu para seguir acompanhando elenco e comissão técnica. O capitão sequer podia vestir a camisa de treino do rubro-negro, como determinação do departamento médico, mas ainda assim, exercia seu papel de liderança.

O que diz o departamento médico do Flamengo?

Para saber sobre Gerson, nada melhor do que o chefe do departamento médico do Flamengo. Durante a realização do Super Fut Summit, um evento que une as mais diferentes vertentes do futebol, no Rio de Janeiro, Márcio Tannure foi perguntado sobre a evolução do Coringa, mas preferiu a cautela. As notícias que chegam, embora nebulosas, não são ruins.

— É uma volta gradual. Eu só posso ter a tranquilidade quando ele estiver jogando, afinal intercorrências podem acontecer. Futebol é dia a dia. Dentro do esperado, ele está indo bem. Mas ainda tem um caminho a ser percorrido. Vamos ver dia a dia. O que eu posso dizer é que a gente está satisfeito com a evolução dele. Daqui a uma semana, dez dias, a gente consegue dizer melhor como ele está — disse Tannure.

Como mencionado pela reportagem, o tempo estimado para o retorno de Gerson é de pelo menos mais um mês, ou seja, a volta deve acontecer entre os dias finais de abril e iniciais de maio. Dessa forma, Gerson perderá jogos importantes do Flamengo no início da “correria”, embora vá ficar à disposição na fase mais aguda da temporada.

O primeiro desafio nesses moldes é a final do Carioca, que será disputada neste sábado (30), entre Flamengo e Nova Iguaçu. O jogo é válido pela ida da decisão e acontecerá a partir das 17h (horário de Brasília), no Maracanã.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo