Brasil

Na decisão da Taça Rio, Arrascaeta decide para o Flamengo e mantém tabu sobre o Vasco

Marcar um gol em uma final transforma jogadores em heróis. Quando Tiago Reis, de apenas 19 anos, abriu o placar para o Vasco no início do segundo tempo, o atacante provavelmente sentiu o mundo aos seus pés. Ou pelo menos o Rio de Janeiro. Mas a imprevisibilidade do futebol roubou o heroísmo de Tiago e o entregou a Arrascaeta. O uruguaio empatou o jogo aos 48 minutos e levou a partida para os pênaltis, onde o herói virou vilão e o Flamengo se sagrou campeão da Taça Rio, mantendo a escrita de não perder para o Vasco em uma final de turno do campeonato carioca há 40 anos.

A partida teve um primeiro tempo bastante equilibrado, com ligeira vantagem para o Flamengo, que ficou próximo de marcar em jogadas de Vitinho, que por três vezes finalizou a média distância e assustando o goleiro Fernando Miguel. Na volta do intervalo, o Vasco já iniciou o segundo tempo buscando mais o ataque, e com nove minutos chegou ao gol. Em cobrança de escanteio no primeiro pau, Tiago Reis se adiantou à marcação e desviou de cabeça para marcar o quarto gol nos últimos quatro jogos.

Quando o jogo passou dos 40 minutos, provavelmente muitas crônicas estavam prontas, a foto de Tiago Reis estava separada para a capa e os repórteres já preparavam as perguntas a se fazer para o herói da Taça Rio. O que ninguém esperava é que o Flamengo pudesse reagir. Aos 48 minutos, Bill saiu do banco e foi o responsável por levantar a bola na área pelo lado direito. A bola viajo para o centro da área e Arrascaeta atacou o espaço vazio para empatar o jogo e colocar o Maracanã abaixo ao levar a decisão para as penalidades.

Vitinho e Danilo Barcelos abriram a contagem das cobranças. Em seguida, Rodinei parou nas mãos de Fernando Miguel, mas o Vasco não aproveitou a vantagem, com Rossi chutando para fora. A terceira cobrança de cada equipe estava reservada aos autores dos gols no tempo normal. Arrascaeta cobrou com categoria e colocou o Flamengo em vantagem. Tiago Reis chutou no canto esquerdo, mas César acertou o canto e defendeu a cobrança do garoto. Uribe converteu a cobrança seguinte e Warley encerrou antes da série ser fechada ao bater por cima do gol.

Chegando à Gávea como principal contratação da temporada, Arrascaeta ainda não conseguiu se firmar no time titular e até o momento marcou apenas três gols em 12 partidas. Mas pelo menos neste domingo, o uruguaio estará na mente dos flamenguista como o nome a ser lembrado durante a semana. O título de turno deu ao Flamengo a vantagem do empate na semifinal do campeonato carioca e evitou que o Vasco se garantisse antecipadamente na finalíssima. Com isso, o Flamengo decide a vaga na final com o Fluminense, e o Vasco encara o surpreendente Bangu.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo