Brasil

Marin reencontrará corintiano de quem ele roubou medalha

Um ano depois de ter sua medalha da Copa São Paulo de Juniores roubada por José Maria Marin, o goleiro do Corinthians e Matheus Caldeira deverá reencontrar o dirigente nos próximos dias.

Arqueiro da seleção brasileira sub-20, o corintiano ganhou a chance de figurar na equipe principal do Brasil no próximo sábado, em amistoso contra a Bolívia, em Santa Cruz de la Sierra. Convocado por Luiz Felipe Scolari, Matheus foi lesado em um episódio curiosíssimo no ano de 2012, quando venceu a Copinha pelo Timão.

Durante a premiação oficial promovida pela Federação Paulista de Futebol, ele teve sua medalha surrupiada por Marin, hoje presidente da CBF e eleito dois meses após esse fato ocorrido no Pacaembu. Enquanto os atletas do Corinthians faziam festa na fila para receber as medalhas, Marin colocou o prêmio que seria destinado a Matheus no seu bolso.

A imagem foi flagrada por diversas câmeras e quando o cartola substituiu Ricardo Teixeira no cargo mais alto na CBF, foi impossível não lembrar do ato. Bem verdade que uma semana depois, a FPF enviou ao goleiro a sua medalha perdida, tentando compensar a situação constrangedora.

Como será o reencontro dos dois após a saia justa de 2012?

Confira abaixo o vídeo com o momento exato em que Marin coloca a medalha em seu bolso:

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo