Brasil

Marco Aurélio Cunha: “Tem muita coisa errada em Cotia”

Para o vereador Marco Aurélio Cunha, ex-dirigente e candidato a presidente do São Paulo em 2014, a contratação do lateral-direito Foguete, de 17 anos, é apenas um indício a mais de que há muita coisa errada na gestão das categorias de base do Centro de Formação de Atletas, em Cotia. “Construir o centro foi o maior êxito de Juvenal Juvêncio, terceirizar a administração foi o seu grande erro”, afirmou em entrevista.

O que você achou da contratação do Foguete, que se desvinculou do Vasco por falta de pagamento de salários?

Não conheço o jogador, dizem que é bom. Mas sua contratação é um erro por dois motivos: deixa o São Paulo mal com outros clubes e por mostrar que não estamos revelando jogadores. Se o São Paulo contrata um jogador de 17 anos significa que não está formando jogadores. E não foi apenas um. Para a Copa São Paulo, vieram mais de dez jogadores. Isso siginfica que você não tem um time, precisa buscar dez peças. O Tiago, atacante, já voltou para o Espírito Santo. Quem não revela, compra. Esse é o problema.

Mas o clube revelou o Rodrigo Caio, João Schimidt, Lucas Faria…. Não está bom?

Lógico que não. Antes de Cotia, o clube revelou Kaká, Júlio Batista, Jean, Fábio Simplício, Fábio Santos. Agora, precisava revelar muito mais e não acontece. Para mascarar, vão buscar jogadores em outros times.

Qual o grande erro de Cotia?

Olha, descobrir o Neymar, o Lucas, o Kaká é fácil. Qualquer um faz isso. O difícil é valorizar jogadores que não são gênios, mas que são importantes. Jogadores de menor relevância que poderm ajudar o clube. Esses, não recebem apoio da base e nem do clube. Como o São Paulo pode perder Fábio Santos, Marco Antonio, que está no Grêmio, Jean e outros?

E o que você faria?

Há necessidade urgente de um time B. Um time que sirva de acolhedouro de jogadores que saem da base e ainda não estão prontos para o time titular. Eu faria um time B em outro estado, levaria esses meninos para jogar e ganhar experiência. Se aprovassem, viriam para o time de cima. Se não aprovasem, eu faria o São Paulo buscar um destino para ele, iria gerenciar a carreira deles. Não seria como hoje, com o jogador sendo dispensado e se entregando a empresários, tendo no currículo o fato de haver jogado no São Paulo. O mérito é descobrir o bom jogador e saber utilizá-lo e não ficar danto jogador para empresário.

O que você acha da gestão do Geraldo Oliveira, gerente de Cotia?

Você já viu quanto gente boa sai de Cotia e ele fica? Zé Sérgio, Raí, René Simões, eu mesmo. É o homem do Juvenal e tem muito poder. Por isso, digo que o maior erro do Juvenal é a gestão de Cotia, que, por coincidência, é o maior acerto , entre tantos outros, de sua gestão no clube. Não dá para entender como o Geraldo tem tanta força, mesmo com resultados tão ruins como nos últimos tempos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo