Brasil

Com os pés na calçada da fama do Mineirão, Hulk se eterniza ainda mais como um ídolo de Minas

Em mais um capítulo como um enorme ídolo, Hulk eternizou seus pés na calçada da fama do Mineirão

Multicampeão e principal jogador do Atlético-MG desde 2021, quando chegou ao clube, o atacante Hulk teve seus pés eternizados na calçada da fama do Mineirão, estádio onde ele marcou 50 gols e é o maior artilheiro pós-reforma. A homenagem ao atacante atleticano é mais uma peça que o eterniza não só como ídolo do Galo, mas como um ídolo de Minas Gerais.

Hulk chegou ao Atlético em 2021 sob olhares de desconfiança. Com carreira inteira longe do Brasil e em ligas escondidas para o país, ele ficou marcado negativamente por um episódio que aconteceu justamente no Mineirão, sete anos antes do estádio ter se tornado sua “casa”. Sete também foi o placar do jogo histórico que Hulk participou, o 7 a 1 da Alemanha contra o Brasil nas semifinais da Copa do Mundo de 2014. Titular da Seleção Brasileira naquele dia, o atacante, na época do Zenit-RUS, não escapou – assim como todos os seus companheiros – das duras críticas de todos do país do futebol.

Em 2021, jogando pela primeira vez no Brasil, com a camisa do Atlético, teve a oportunidade de refazer essa história. E ele passou a contar ela da melhor forma possível. O atacante carregou o Galo para o histórico título do Brasileirão e para o bicampeonato da Copa do Brasil, em um ano mágico não só para ele como também para o clube. De lá pra cá, o camisa 7 não deixou de escrever essa linda história, com muitos dos capítulos no Mineirão, casa do Alvinegro até então.

– Passei um momento aqui que fiquei marcado negativamente, junto com os meus companheiros, na história do futebol, de perder da forma que perdemos. Infelizmente ficamos marcados pelo resultado, mas sou feliz por ter feito parte daquele grupo, me sinto lisonjeado por ter disputado a Copa no meu país. Depois de alguns anos pode voltar e marcar história em um estádio que você foi massacrado, é Deus. É muito gratificante — disse Hulk ao Mineirão.

Além dos títulos, Hulk marcou sua volta por cima no Mineirão com diversos gols. 50 ao todo. Gols esses que tornaram ele o maior artilheiro da história do estádio desde a reforma para a Copa de 2014: “Quando entro aqui para jogar, parece que conheço cada canto. Estou com saudade de voltar a jogar aqui. O Mineirão é um estádio que ficou muito marcado na minha história e poder entrar para a história deste estádio, poder marcar tantos gols, é muito gratificante”, disse o jogador.

Com tanta história no Mineirão, Hulk escreveu mais um capítulo dela nesta sexta-feira (1°). O jogador foi surpreendido com a oportunidade de colocar a marca dos seus pés na calçada da fama do estádio. Com esse feito, ele entra para um seleto grupo, que tem jogadores como Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Reinaldo, Pelé, etc.

Hulk pelo Atlético no Mineirão

O primeiro gol de Hulk no Mineirão foi marcado no dia 19 de março de 2021, em uma vitória de 3 a 0 sobre o Coimbra, pelo Campeonato Mineiro. O atacante balançou as redes através de um pênalti. O último (até então), foi neste ano, em clássico contra o América-MG pelo Campeonato Brasileiro, que terminou 2 a 2. Os mais marcantes, segundo ele mesmo, são três, todos em 2021: contra Juventude e Fluminense, na épica campanha do Brasileirão, e contra o River Plate, no primeiro jogo dele com a torcida do Galo presente no pós-pandemia.

Veja os números do jogador no Gigante da Pampulha:

  • 70 jogos
  • 50 gols
  • 13 assistências
  • 2021: 34 jogos, 25 gols e 6 assistências
  • 2022: 23 jogos, 19 gols e 4 assistências
  • 2023: 13 jogos, 6 gols e 3 assistências

Hulk hoje não atua mais tanto no Mineirão, já que o Atlético inaugurou a Arena MRV e mandará todos os jogos possíveis na sua nova casa. No entanto, neste fim de semana não será possível, por isso o Galo jogará contra o São Paulo no Gigante da Pampulha, tendo o atacante assim a chance de aumentar sua marca no estádio.

– Mineirão, obrigado por existir, por ter aberto as portas para fazer o que eu mais amo, que é jogar futebol. Gratidão eterna ao Mineirão, espero ser muito feliz e fazer ainda muitos e muitos gols aqui nesse campo especial, que ficou marcado na minha história – se declarou Hulk ao estádio.

Hulk ultrapassou o limite e não é só ídolo do Atlético

Alguns jogadores em suas trajetórias ficam muito identificados com alguns clubes. Por conta disso, muitos deles ganham a aversão dos rivais, como o caso de Gabigol no Flamengo. Mas outros superam a rivalidade e passam a ser reverenciados por todas as torcidas, mesmo as mais rivais. É o caso de Hulk, que ultrapassou essa barreira e chama atenção de torcedores adversários por onde passa. Há alguns registros de torcedores de diversos times pedindo autógrafos e fotos com o atacante do Galo, inclusive de cruzeirenses, maior rival do Alvinegro.

Se a lista da calçada da fama do Mineirão é seleta, a de jogadores que são idolatrados por todos, mesmo com alta identificação com um time, é mais seleta ainda. Em Minas, há alguns exemplos, como o meia Alex “Talento”, que conquistou a Tríplice Coroa com o Cruzeiro, é ídolo do clube, mas tem diversos admiradores do lado do Atlético. Isso sem contar nomes históricos como Ronaldo Fenômeno e Ronaldinho Gaúcho, que são ídolos de Raposa e Galo, respectivamente, mas tem a admiração máxima dos rivais.

O que explica esses fenômenos do futebol é, basicamente, o respeito e as atitudes dos jogadores. Hulk, por exemplo, é um jogador que é sempre apontado como muito solícito aos fãs, independente do time. Por diversas vezes viralizam vídeos dele atendendo torcedores com pedidos especiais ou fazendo ações voluntárias. Fora que, em campo, apesar de apontado como reclamão, ele nunca desrespeita os clubes que enfrentam. Inclusive, em toda resposta que dá sobre um jogo futuro, ele sempre faz questão de falar “respeitando o adversário” na hora de citar o objetivo do Galo. Hulk é diferente, e por isso é merecedor de tudo que conquistou (e ainda conquista), seja dentro ou fora de campo. A calçada da fama do Mineirão está em boas mãos (ou pés).

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo